Manchester City é eliminado por time da terceira divisão

São Paulo, SP

19-02-2018 18:57:42

A zebra voltou a atacar na Copa da Inglaterra. E na noite dessa segunda-feira a vítima foi o todo poderoso Manchester City. No papel de vilão, o Wigan, apenas terceiro colocado da terceira divisão do futebol inglês. No estádio DW, a equipe da casa aproveitou a expulsão de Delph no fim do primeiro tempo e venceu o líder da Premier League por 1 a 0 graças a gol do artilheiro Will Grigg’s. Agora, o Wigan encara o Southampton nas quartas de final.

Essa é apenas a terceira derrota dos Citizens em toda a temporada, a primeira eliminação, o que põe fim ao objetivo de conquistar os quatro títulos sob o comando de Pep Guardiola. O carrasco, no entanto, é um velho conhecido. O Wigan já despachou o Manchester City da Copa da Inglaterra em três oportunidades. Em 2013, aliás, a modesta equipe foi campeã do torneio em cima do City. No ano seguinte voltou a despachar os favoritos, e agora de novo.

Ainda sem Gabriel Jesus, o treinador espanhol do Manchester City resolveu começar a partida com Ederson, Walker e De Bruyne no banco de reservas. Sterling sequer foi relacionado. Mesmo assim, a primeira etapa foi um verdadeiro ataque contra defesa, com Fernandinho, Agüero e Danilo aparecendo bastante no ataque.

A melhor oportunidade de gol, aliás, foi desperdiçada pelo volante brasileiro, que de dentro da pequena área isolou uma sobra de bola. Pouco depois, Aguero sai na cara do gol e parou na espetacular defesa de Walton, goleiro de apenas 22 anos.

A disputa esquentou mesmo pouco antes do intervalo. Delph chegou rasgando, com o é alto e foi expulso de forma direta. O árbitro do jogo, no entanto, estava com o cartão amarelo na mão e só mudou de ideia depois de muita pressão dos donos da casa.

A mudança de postura deixou Guardiola indignado e mesmo dentro de campo o treinador do City bateu boca com Paul Cook, técnico do Wigan. De nada adiantou.

Mesmo com um jogador a menos, o domínio continuou sendo totalmente dos visitantes, que já tinham Walker e De Bruyne. O problema é que furar a retranca do Wigan ficou mais difícil. As chances de gol já não apareciam com frequência.

E aos 33 minutos aconteceu o inesperado. Walker tirou o pé da bola de forma incompreensível e perdeu na corrida para o adversário. O contra-ataque ficou escancarado e o centroavante norte-irlandês Will Grigg's saiu na cara do gol de Bravo. Caindo ao chão, Will Grigg's, artilheiro da Copa da Inglaterra, bateu no canto e marcou o gol histórico.

Os minutos finais foram de muita tensão. Bravo chegou a tentar o milagre indo à área adversária e abandonando o próprio gol, mas, depois do apito final, o que se viu foi uma invasão de gramado, de forma totalmente pacífica, para comemorar a classificação do Wigan às quartas de final da Copa da Inglaterra.

 

Deixe seu comentário