Com Touré de volta, Pellegrini vê City pronto: “Vamos atacar desde o início”

São Paulo, SP

03-05-2016 15:16:19

Manuel Pellegrini já entrou na história do Manchester City por ter levado o clube pela primeira vez para as semifinais da Liga dos Campeões, mas o chileno ainda não está satisfeito. Na próxima quarta-feira, enfrenta o Real Madrid para tentar conquistar a sonhada vaga na decisão do torneio. “Nossa maior motivação é chegar na final, que nunca conseguimos antes”, antecipou o treinador.

A melhor notícia para o clube foi a volta confirmada pelo comandante do meia Yaya Touré. Com lesão na perna direita, o marfinense desfalcou os citizens no confronto de ida e fez falta na armação das jogadas. Outro astro que deve voltar é Cristiano Ronaldo, mas o técnico minimizou a importância do português para o Real.

“Ronaldo faz muitos gols, mas não acho que o Real seja só ele. Eles têm opções. Temos de trabalhar como um time. Os nossos únicos machucados são [David] Silva e Zabaleta, que tem um problema muscular do jogo contra o Southampton. Os outros estão bem. Vamos tentar jogar como fizemos na semana passada, atacando desde o primeiro minuto”, avisou Pellegrini.

O empate em Manchester por 0 a 0 não assustou o comandante. Ele ressaltou que os seus jogadores têm tido bons desempenhos fora de casa, contando inclusive com uma vitória, na última temporada, sobre o Bayern de Munique, na Alemanha. Na época, os ingleses venceram os bávaros por 1 a 0, durante a fase de grupos.

“A pressão no Santiago Bernabéu é grande, mas temos personalidade e o futebol necessário para vencer. Nos últimos três anos, nós temos ido bem fora de casa na Liga dos Campeões. Na temporada passada, vencemos a Roma e o Bayern nos domínios deles. Neste ano, especialmente nas quartas de finais, tivemos um bom empate contra o PSG e seguimos em frente”, lembrou.

O Manchester City garante a sua classificação com um triunfo e com qualquer empate com gols, ao Real, no entanto, só interessa a vitória para ir à final. Os dois se enfrentam nesta quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília).

Deixe seu comentário