Futebol/Manchester City

City bate West Ham e decide Asia Trophy contra o Wolverhampton

São Paulo , SP
17/07/2019 11:20:43

Em: Futebol, Futebol Inglês, Futebol Internacional, Manchester City, West Ham

Na manhã desta quarta-feira, o Manchester City enfrentou o West Ham United em Nanjing, na China, em partida válida pela semifinal do Premier League Asia Trophy, torneio de pré-temporada que reúne times ingleses, e venceu por 4 a 1. Os gols do City foram marcados por Nmecha, David Silva e Sterling, duas vezes. Já pelo lado dos Hammers, quem balançou as redes foi Noble

Os cityzens voltam a entrar em campo no próximo sábado, quando decidem o título do torneio diante do Wolverhampton, que também nesta quarta-feira, bateu o Newcastle por 4 a 0. Já os Hammers, também no sábado, decidem o terceiro lugar justamente diante do Newcastle.

Com um time considerado misto, o Manchester City começou a partida imprimindo um ritmo muito forte, e teve o domínio do jogo nos primeiros minutos. Logo aos três, Poveda saiu cara a cara com o goleiro adversário, quase na marca do pênalti, mas desperdiçou a boa oportunidade.

Os cityzens tinham mais volume do jogo, e controlavam as ações da partida. No entanto, o ditado do futebol diz que quem não faz, toma, e assim foi. A partir dos 20 minutos, o West Ham começou a gostar um pouco mais da partida, e aos 24, teve pênalti a seu favor após Angeliño colocar a bola na mão dentro da área. Noble foi para a bola e não desperdiçou, abrindo o placar na China.

Logo na sequência, em mais uma chegada dos Hammers, a equipe comandada por Manuel Pellegrini ficou reclamando de mais um pênalti cometido por Angeliño, mas o árbitro nada marcou. Aos 33, Bernabe virou uma linda bola para David Silva, que com muita categoria, dominou no peito e finalizou sem deixar a bola cair para empatar a partida.

Dois minutos depois, mais um pênalti, dessa vez cometido por Ogbonna, a favor do City. Nmecha foi para cobrança e colocou a bola do lado oposto do goleiro, virando a partida para os cityzens.

 

Para a etapa complementar, Pep Guardiola promoveu as entradas dos titulares Sterling, Bernardo Silva, De Bruyne e Sané nas vagas de Nmecha, Poveda, Bernabe e David Silva, ao passo que no West Ham, Chicharito, Snoddy, Yarmolenko e Sanchez entraram nos lugares de Rice, Wilshere, Felipe Anderson e Antonio.

As mudanças não demoraram para surtir efeito, e aos 19, o City ampliou. Após vacilo da defesa do West Ham, Sané retomou a bola no meio campo e esticou para Sterling, que teve frieza na frente do goleiro para marcar o terceiro dos cityzens.

A cena, aliás, voltaria a se repetir pouco tempo depois. Aos 26, em mais uma roubada de bola no campo ofensivo, Sterling recebeu de De Bruyne e marcou o seu segundo no jogo e o quarto do City.

Logo na sequência, em uma das poucas chegadas dos Hammers na partida, Chicarito obrigou Bravo a se esticar todo para defender uma boa cobrança de falta, e no rebote, Yarmolenko finalizou na trave, já com o goleiro adversário vendido no lance. Daí para frente, só coube ao Manchester City, sempre com a bola nos pés, gastar o tempo esperando o apito final.

Wolves dominam e goleiam o Newcastle

A temporada sequer começou oficialmente, mas o torcedor do Newcastle já tem muito o que se preocupar. Após a saída de Rafa Benítez do comando técnico, a equipe alvinegra mostrou que tem muito o que trabalhar ao ser derrotada pelo Wolverhampton na manhã desta quarta-feira por 4 a 0.

A partida, válida pela semifinal do Premier League Asia Trophy, foi dominada pelos Wolves desde o início: o placar foi aberto por Diogo Jota, aos 15 minutos de jogo. Gibbs-White, aos 32, ampliou, e Jota voltou a marcar aos 40. Na segunda etapa, com a partida já praticamente definida, ainda houve tempo para, aos 40 minutos, Allan marcar contra e fechar o placar.