Time misto da Juve goleia Palermo antes de decisão da Champions

São Paulo, SP

17-02-2017 19:36:03

Olha onde entrou o golaço de falta marcado por Dybala (Foto: AFP/Miguel Medina)
Olha onde entrou o golaço de falta marcado por Dybala (Foto: AFP/Miguel Medina)

A Juventus segue sem dar chances no Campeonato Italiano. Nesta sexta-feira, em partida de abertura da 25ª rodada, a Vecchia Signora venceu o Palermo, na Arena, por 4 a 1. A Juve anotou dois ainda na primeira etapa, com Marchisio e Dybala, de falta. No segundo tempo, o argentino marcou mais um e seu compatriota Higuaín fechou o placar.

Com o resultado, a Juventus chegou aos 63 pontos, abrindo dez de distância para a vice-líder Roma, e 12 para o terceiro colocado Napoli, que ainda jogam nesta rodada. Já o Palermo segue na zona de rebaixamento com apenas 14 pontos ganhos, e na 18ª posição.

A vitória tranquila da Juve, apesar de o Palermo estar na zona de rebaixamento, foi ainda mais valorizada pelo fato de os bianconeri estarem com uma formação mista, visando o duelo da Liga dos Campeões. Barzagli e Chiellini, em recuperação de lesões, ficaram de fora. Madzukic foi desfalque pelo terceiro cartão amarelo, e Alex Sandro, Cuadrado (que entrou no segundo tempo) e Pjanic ficaram apenas no banco de reservas.

A Juve volta a campo na próxima quarta-feira, quando visita o Porto, no Estádio do Dragão, às 16h45 (de Brasília), pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Já pelo Campeonato Italiano, o próximo compromisso é no sábado (25), contra o Empoli, novamente na Arena. Já o Palermo joga no domingo, em casa, contra a Sampdoria.

O JOGO


Mesmo com um time misto, a Juventus começou o jogo indo para cima do Palermo. Logo aos quatro minutos, Dybala já assustou o goleiro Posavec com cobrança de falta. O argentino bateu por cima da galera e carimbou o poste do Palermo.

Com 12 jogados, porém, após nova cobrança de falta, a sorte não ajudou o Palermo e a Juve abriu o placar. Depois de levantamento na área, Higuaín dividiu com o goleiro Posavec e a bola sobrou para Marchisio, que limpou o lance e, sem goleiro, mandou para as redes.

A Juve teve outra oportunidade aos 20 minutos, quando Pjaca fez boa jogada pela esquera e cruzou na área. Khedira entrou livre na segunda trave e mandou para o gol, mas Aleesami salvou em cima da linha.

A pressão era muito grande e, na sua segunda chance em cobrança de falta, Dybala mandou por cima da barreira, mas desta vez no ângulo direito de Posavec, que não teve chances no lance. Um golaço do argentino para ampliar o placar.

A segunda etapa começou no mesmo ritmo da primeira, com a Juventus em cima para marcar mais gols. Aos 18 minutos, em jogada bem trabalhada, Bonucci lançou Daniel Alves na direita, que deixou para Dybala na entrada da área. O argentino tocou para o compatriota Higuaín entre os zagueiros e o artilheiro da Serie A deu uma leve cavadinha para tirar o goleiro e fechar o placar.

Quando o placar já parecia definido, a Juventus ainda anotou mais um gol, aos 44. Goldaniga vacilou na saída de bola e Higuain fez o desarme, avançou em velocidade até a entrada da área e deu lindo passe de calcanhar para Dybala, que bateu de primeira, no canto direito, sem chances para o goleiro.

Já nos acréscimos, o Palermo ainda anotou seu gol de honra. Após cruzamento pela direita, Chochev subiu sozinho na primeira trave e desviou para o fundo do gol.

Deixe seu comentário