Com desfalques no ataque, Joinville encaminha volta de Fernando Viana

São Paulo, SP

03-09-2015 14:57:36

Em meio aos desfalques no ataque do Joinville, a diretoria do clube resolveu providenciar a volta do atacante Fernando Viana, cria da base que estava atuando por empréstimo no Paraná Clube. Com a ausência de Ricardo Bueno, uma das contratações para o ataque, o jovem jogador terá a oportunidade de mostrar seu valor ao técnico PC Gusmão.

Graças a uma tendinite no joelho constatada após Ricardo Bueno alegar dores na região no confronto entre Joinville e Atlético-PR pela Copa Sul-Americana, Fernando Viana deixará a Série B e terá a missão de ajudar o Joinville a não ser rebaixado no Campeonato Brasileiro. Com PC Gusmão, o time teve uma evidente melhora, entretanto ainda luta para sair do grupo dos quatro últimos colocados.

Ainda nesta semana Fernando e os outros dois reforços do JEC, o meia Yuri, ex-Caldense, e o lateral Eusébio, ex-Ceará, devem chegar ao clube e serem inscritos no Brasileirão. O prazo para inscrições de jogadores na competição acaba no dia 15 de setembro. Com isso, PC Gusmão deverá ter mais opções para dar prosseguimento a campanha dos catarinenses contra o rebaixamento.

Para a próxima partida do time no Nacional, o comandante do Joinville terá dois desfalques certos, o que o impede a repetir a escalação dos últimos quatro jogos. O zagueiro Guti recebeu seu terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. Já o atacante Edigar Junio não poderá atuar por conta de um acerto apalavrado entre as diretorias de Joinville e Atlético-PR. O jogador está emprestado pelo clube paranaense e ficou combinado de ele não atuar contra a equipe que detém os seus direitos.

O confronto entre Atlético-PR e Joinville acontece no próximo sábado, às 21h (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba. Os paranaenses ocupam a quarta colocação e contam com uma vitória para se manterem no G-4 e colar nos líderes do campeonato. Já o JEC espera surpreender os donos da casa para seguir na luta contra o rebaixamento e se vingar da derrota sofrida para os rivais na Copa Sul-Americana.

Deixe seu comentário