Piffero reconhece erro ao demitir Aguirre às vésperas do Gre-Nal

Do correspondente Vicente Fonseca - Porto Alegre,RS

10-08-2015 09:14:48

Dirigente vitorioso pelo Internacional, o presidente Vitório Piffero concedeu uma de suas entrevistas coletivas mais duras à frente do Colorado. O mandatário rubro assumiu a responsabilidade pelo fiasco no Gre-Nal e reconheceu o erro de ter demitido o técnico Diego Aguirre três dias antes do clássico deste domingo.

“A responsabilidade é totalmente minha. Eu tomei a decisão de trocar a comissão técnica na quarta, por motivos nossos. Se tivéssemos ganhado, a decisão seria correta. Como perdemos, foi errada. Acho que a decisão foi correta, mas o momento não”, explicou Piffero. “Não temos arrependimento algum. Tomamos a decisão que tinha de ser tomada”, completou o diretor de futebol Carlos Pellegrini.

O técnico interino Odair Hellmann, visivelmente abatido, reconheceu a superioridade do Grêmio no clássico: “o Grêmio mereceu a vitória. Precisamos ter tranquilidade e buscar a retomada a partir de amanhã”, projeta ele, que deve treinar o time nesta quarta, diante do Fluminense, enquanto um novo técnico não é contratado. “Estou muito triste, devo desculpas ao torcedor. Ninguém veio aqui para acontecer isso”, frisou Hellmann.

A goleada de 5 a 0 no Gre-Nal manteve o Inter com 21 pontos, em 12º lugar. Para a partida desta quarta, contra o Flu, o volante Rodrigo Dourado, suspenso, será desfalque. A escalação deve ser definida no único treino do grupo principal, nesta terça. É possível que, diante do desastre no clássico, haja mudanças profundas na equipe que iniciará a partida.

Deixe seu comentário