Atletas do Inter lamentam erros e Argel lembra Muricy: "A bola pune"

São Paulo, SP

13-03-2016 21:07:09

“A bola pune”. A frase que ficou marcada nas falas de Muricy Ramalho, consagrado como treinador após o tricampeonato brasileiro com o São Paulo, saiu da boca de Argel Fucks neste domingo para definir a atuação do Internacional contra o xará gaúcho do tricolor paulista. O técnico reclamou da falta de efetividade e os atletas também condenaram os erros.

“Faltou matar o jogo. E como diz o Muricy (Ramalho), a bola pune”, confessou Argel na coletiva após o jogo. Já o atacante Marquinhos cobrou um número menor de erros por parte do Colorado. “Tivemos dificuldade no meio, erramos muito. Qualquer bola errada era contra-ataque”, pontuou.

Transformado em um dos líderes do elenco após a saída do argentino D’Alessandro, e responsável pela criação das jogadas na ausência de Anderson, que mais uma vez foi desfalque, Alex reforçou a necessidade de uma postura mais incisiva dentro de casa. “Quando tomamos o gol, o jogo mudou de característica. Queríamos ficar na frente. Temos que definir em casa”, argumentou.

O tropeço em casa, contudo, não trouxe só percepções negativas a Argel. A improvisação do volante Fabinho como lateral, elogiada durante a entrevista, foi uma prática antiga que o técnico colocou novamente em ação. “É um jogador que a gente conhece bem e atuou várias vezes assim no Figueirense”, disse o técnico, que recomendou sua contratação.

Brigando para chegar a mais uma decisão consecutiva do Gauchão, o Internacional vive situação regular em termos de classificação. O empate em 1 a 1 manteve a equipe em quinto, enquanto o São Paulo-RS, após empatar no Beira-Rio, pulou para quarto lugar com os mesmos 16 pontos do Colorado.

Deixe seu comentário