Bragantino recebe o Guarani e pode garantir o acesso para a Série A

São Paulo, SP

05-11-2019 08:20:25

Bragantino e Guarani se enfrentam pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro em partida decisiva. Jogando em casa, o Massa Bruta pode assegurar desde já sua vaga na elite do campeonato do ano que vem. Para tanto, o time precisa derrotar o rival no Nabizão e torcer para que nem América-MG nem CRB vençam seus jogos.

Na última rodada, o Braga tropeçou. Contra a forte defesa do Cuiabá, o time foi pouco eficiente com a bola e acabou derrotado por 2 a 0. O mau desempenho não passou desapercebido pelo técnico Antônio Carlos Zago. "A gente tem que ter tranquilidade. São atletas profissionais, que precisam manter a calma. A gente precisa olhar o jogo de terça como mais uma decisão, não como fizemos hoje", afirmou o treinador.

Bragantino é líder da Série B e pode garantir o acesso nessa terça (Foto: Reprodução/Twitter Bragantino)

O momento realmente requer calma. Nas últimas seis partidas, o time venceu duas, empatou duas e perdeu outras duas, rendimento abaixo do comum da equipe na Série B. Em casa, porém, o Bragantino segue invicto no torneio.

Já o Guarani tem outras ambições. Em 13º na tabela, com 39 pontos, o time foi único a vencer na rodada entre os quatorze últimos colocados. A boa combinação de resultados deu um respiro na luta contra o rebaixamento e agora a distância para o Z-4 é de seis pontos.

Para o próximo confronto, o Bugre tem uma lista grande de atletas pendurados. O goleiro Jefferson Paulino, o lateral-direito Bruno Souza, os zagueiros Diego Giaretta e Luiz Gustavo e os atacantes Davó, Deivid Souza, Michel Douglas e Vitor Feijão. Todos têm dois cartões amarelos.

Thiago Carpini terá problemas para escalar no Guarani (Foto: Reprodução/Twitter Guarani)

 

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO X GUARANI

 

Data: 5 de novembro de 2019 (terça-feira)
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Roger Goulart (RS)
Assistentes: Fabricio Lima Basseggio (RS), Luiza Naujorks Reis (RS) e Thiago Lourenço de Mattos (SP)

 

BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Ricardo Ryller, Uillian Correia e Claudinho; Wesley, Ytalo e Matheus Peixoto

Técnico: Antônio Carlos Zago

 

GUARANI: Jefferson Paulino; Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Thallyson; Felipe Guedes, Ricardinho, Arthur Rezende e Lucas Crispim; Davó e Michel Douglas.

Técnico: Thiago Carpini

Deixe seu comentário