Renato minimiza polêmica e valoriza ponto, apesar de distância aumentar

São Paulo, SP

24-07-2017 23:08:05

O Grêmio até saiu na frente do São Paulo no Morumbi, mas não resistiu e acabou cedendo o empate aos donos da casa. Com o resultado, a distância do Tricolor Gaúcho para o líder Corinthians aumentou de seis para oito pontos ao fim da 16ª rodada. Mesmo assim, o técnico Renato Gaúcho fez questão de valorizar o ponto conquistado longe dos domínios gremistas e também aproveitou para colocar panos quentes na polêmica criada em cima de sua declaração em que afirmou que o Corinthians iria “despencar” na tabela.

“Quando falei que o Corinthians vai tropeçar, normal, até o Grêmio vai tropeçar. Porque não tem uma equipe no mundo que começa bem e vai até o fim sem tropeçar. (O Corinthians) vai tropeçar, o Grêmio vai tropeçar, todo mundo vai...”, comentou, em entrevista ao Sportv.

Já em entrevista coletiva, o comandante do Grêmio voltou a parabenizar seus atletas e explicou toda sua estratégia para o jogo no Morumbi, que não saiu como planejado.


“Hoje o Grêmio fez mais uma vez uma belíssima partida, enfrentamos um adversário de alto nível, difícil de ser batido. Não vem bem, mas tem um plantel muito bom, até conversei com o próprio Dorival antes do jogo, pela capacidade dele, tenho certeza que ele vai tirar o São Paulo dessa situação”, revelou, antes de emendar sua análise. “O Grêmio teve oportunidades e merecia uma vitória. O São Paulo foi lá uma vez, teve uma Após abrir o placar com Pedro Rocha, Renato esperava liquidar a fatura no contra-ataque na etapa final, mas seu time não rendeu nos últimos minutos e acabou sucumbindo à pressão do São Paulo, como o próprio técnico resumiu.

“Eu pensei em duas coisas: uma era ter posse de bola. Nosso propósito era trabalhar em cima do desespero do São Paulo, porque nós sabíamos que mais cedo ou mais tarde ia acontecer. E isso deu certo. E guardei o Fernando e o Everton para o segundo tempo para matar o jogo, porque sabíamos que o São Paulo ia dar espaço. Mas, não aconteceu. Tivemos chances, mas não aconteceu”, disse, conformado, e feliz com o resultado mesmo assim.

“Lógico que a gente jogou para ganhar, mas um ponto está de bom tamanho. Dos últimos quatro jogos do Grêmio, três foram fora de casa, e o Grêmio conseguiu três vitórias e um empate. Então, um ponto a mais dá até moral para a equipe. O Corinthians está a 8 pontos, mas continuamos na briga”, concluiu.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Grêmio agora se prepara para enfrentar o Santos, no Sul, domingo. Antes, na quinta, a equipe visita o Atlético-PR pelo duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. O confronto, apesar de decisivo, teve ter diversos reservas em campo, já que no primeiro jogo os gaúchos abriram a vantagem de 4 a 0.

 

Deixe seu comentário