Ramiro mantém os pés no chão para Gre-Nal decisivo: “Não tem nada decidido”

São Paulo , SP
21/03/2018 14:34:40 — 21/03/2018 14:38:20

Em: Campeonato Gaúcho, Futebol, Grêmio

Para o jogo de volta das quartas de final do Campeonato Gaúcho contra o rival Internacional, o Grêmio promete entrar no gramado do Beira-Rio com a mesma pegada que entrou na vitória de 3 a 0 na Arena, no último domingo. Pelo menos é o que garante o meia Ramiro, escolhido para conceder a coletiva de imprensa desta quarta-feira, no CT Luiz Carvalho.

“Não (podemos) entrar de salto alto. Não tem nada decidido. A gente vai a campo procurando vencer, marcar muito forte e dar o mínimo de chances para fazer gols. E procurando atacar e marcar quando tiver a chance de fazer o gol”, assegurou o jogador.

Ramiro é uma das armas de Renato Portaluppi para o terceiro Gre-Nal do mês (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Mesmo mantendo os pés no chão para alcançar a classificação às semifinais, é fato que o Tricolor está embalado pelos dois últimos triunfos diante do Colorado. Além do 3 a 0 do final de semana, há 10 dias as equipes entraram em campo pela última rodada da primeira fase do Gauchão, no Beira-Rio, em partida que terminou 2 a 1 para os visitantes, com dois gols de Luan. Prestes a voltar ao estádio, Ramiro reitera a vontade sair com mais uma vitória.

“A gente encara qualquer adversário da mesma maneira. A gente respeita, mas procura vencer sempre. A gente tem postura e parte tática adotada. Independentemente das peças, o estilo de jogo é sempre o mesmo. Durante os Gre-Nais, a gente procurou botar isso em prática e fomos felizes com duas vitórias”, completou o camisa 17, que vê o entrosamento como principal trunfo gremista diante do rival.

Deve-se admitir que, tanto o retrospecto recente, quanto o mais longevo, estão a favor do Grêmio, que além de ter ganhado os dois clássicos que disputou contra o Inter nas últimas duas semanas, não perde um Gre-Nal por quatro gols de diferença desde 1954.

O apito inicial está programado para às 21h45 desta quarta-feira. Com o resultado da jogo de ida, o Colorado precisa, no mínimo, devolver o placar de 3 a 0 para não ser eliminado no tempo normal e levar a partida para a prorrogação. Um triunfo por quatro gols, ou mais, de diferença classifica o time da casa para a próxima fase.