Futebol

Na ausência de Renato, Grêmio empata com o Brasil de Pelotas

Do correspondente Cesar Esteves - Porto Alegre , Rio Grande do Sul
17/02/2019 19:06:11

Em: Brasil de Pelotas, Campeonato Gaúcho, Futebol, Grêmio

O Grêmio empatou neste domingo com o Brasil de Pelotas por 0 a 0 no Estádio Bento Freitas pela sétima rodada do Campeonato Gaúcho. Preservando alguns titulares, o Tricolor Gaúcho desta vez não encontrou facilidades e parou na excelente atuação do goleiro Carlos Eduardo. No lado gremista, o zagueiro Paulo Miranda se destacou bloqueando todas as ações do Xavante.

Com o resultado, o Grêmio segue na liderança com 17 pontos. O Brasil de Pelotas segue na lanterna com quatro pontos.

Na próxima rodada o Grêmio recebe no dia 25, segunda, o Veranópolis, às 20h, na Arena. Já na terça o Brasil de Pelotas visita o São José-RS às 19h15, no Passo D´Areia.

Grêmio não saiu de um empate sem gols com o Brasil de Pelotas (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Jogo:

O Xavante iniciou a partida bem fechado e explorou as jogadas de contra-ataque. Já o Tricolor Gaúcho atuando com uma formação mista teve dificuldade de furar o bloqueio defensivo dos donos da casa. Aos 4, Ricardo Luz cobrou escanteio, e Leandro Camilo, livre na área, cabeceou por cima.

Um lance polêmico, aos 13, Jean Pyerre cobrou e a zaga do Brasil afastou. Kannemann caiu na área após choque com Leandro Camilo e reclamou, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 22, Vizeu faz o pivô e tocou para Pepê, que deixou de calcanhar para Michel chutar na rede, pelo lado de fora. A resposta do Xavante veio no minuto seguinte, quando Daniel Cruz chutou cruzado a bola tirou tinta da trave do goleiro Júlio César.

Depois dos 20 minutos, cresceu de qualidade a partida com as duas equipes a todo momento buscando o gol e os defensores tendo bastante trabalho. Aos 33, Pepê recebeu de costas dentro da área, se livrou da marcação e chutou, mas Carlos Eduardo cresceu em cima dele e faz grande defesa para salvar o Xavante. Mais uma vez Pepê, aos 34, foi lançado livre pela esquerda e finalizou, porém Carlos Eduardo com os pés fechou o gol.

A etapa inicial foi marcada pelo equilíbrio apesar dos mandantes estarem na zona do rebaixamento criaram problemas para o Grêmio. Por sua vez, os visitantes cresceram após os 30 minutos e desperdiçaram duas oportunidades de estarem na frente do placar. O goleiro Carlos Eduardo quando exigido foi um verdadeiro paredão que nada passou.

Um segundo tempo bastante truncado com as principais jogadas se desenvolvendo no meio-campo. O Xavante tem insistido muito na bola aérea.

Outra vez no duelo entre Carlos Eduardo e Pepê, aos 13, Capixaba lançou o atacante gremista que tentou um toquinho e o arqueiro  Xavante fez mais uma grande defesa. Para ganhar mais força ofensiva, aos 18, entrou o atacante Everton no lugar do meia Montoya. Aos 19, Vizeu recebeu na entrada da área, limpou o lance e chutou por cima do gol de Carlos Eduardo, com perigo. Tem que ser lembradA a boa atuação defensiva do zagueiro Paulo Miranda.

Mesmo com todo o esforço, o Xavante esbarrou nas suas limitações técnicas. Quando o Grêmio foi ao ataque levou muito perigo a defesa do Brasil de Pelotas. Aos 19, Everton dá um corte seco no marcador e chutou colocado, no canto esquerdo de Carlos Eduardo. O goleiro xavante faz outra grande defesa e espalmou. Aos 34, o árbitro Jonathan Pinheiro mandou mais cedo para o chuveiro Capixaba por simulação de falta.

Na reta final com um a mais em campo, o Xavante foi para cima em busca do gol da vitória. Já o Tricolor Gaúcho recuou as suas linhas e buscou jogadas de velocidade com Everton. E assim o jogo seguiu até o final e terminou sem vencedor.

FICHA TÉCNICA 

Brasil de Pelotas 0 x 0 Grêmio

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS

Data:  17 de fevereiro (Domingo)

Horário: 17h(de Brasília)

Árbitro: Jonathan Pinheiro (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e Fabrício Lima Baseggio (RS)

Cartão amarelo: Leandro Leite, Daniel Cruz, Washington (Brasil de Pelotas), Juninho Capixaba, Paulo Miranda (Grêmio)

Cartão vermelho: Juninho Capixaba (Grêmio)

Brasil de Pelotas: Carlos Eduardo, Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar, Pará, Leandro Leite, Sousa, Washington (Boquita), Branquinho, Luiz Eduardo (Michel) e Daniel Cruz (Bruno Paulo). Técnico: Gustavo Papa

Grêmio: Julio Cesar; Leonardo Gomes , Paulo Miranda, Kannemann e Capixaba; Rômulo, Michel, Montoya (Everton) e Jean Pyerre (Thonny Anderson), Pepê e Felipe Vizeu (Marcelo Oliveira). Técnico: Victor Signorelli