Futebol internacional

Grohe garante empate ao Grêmio diante do Cerro no Paraguai

São Paulo , SP
17/04/2018 23:31:57

Em: Escolha do editor, Futebol, Futebol Internacional, Grêmio, Libertadores, Notícias

O Grêmio não pôde contar com Luan nessa terça, mas reviveu uma grande noite de seu goleiro: Marcelo Grohe. O camisa 1 tricolor segurou o ímpeto do Cerro Porteño, em Assunção, no estádio Nueva Olla, e garantiu o empate por 0 a 0 pela terceira rodada da Copa Libertadores da América.

O ponto fora de casa mantém os gaúchos invictos na competição continental, agora com cinco pontos, dois a menos que os paraguaios, justamente os líderes do grupo 1. O Defensor-URU vem logo atrás, com quatro pontos, enquanto o Monagas é o lanterna, zerado.

O resultado fora de casa a de ser comemorado, mas põe no Grêmio a pressão pela vitória no dia 1º de maio, quando a equipe reencontra o Cerro, dessa vez na Arena, em Porto Alegre. É a chance de tomar a liderança e não dar brecha para o Defensor ultrapassar.

Fora uma bola na trave em cobrança de escanteio, o Grêmio praticamente apenas se defendeu diante do Cerro (Foto: Norberto Duarte/AFP)

Como já era de se esperar, o Grêmio teve de enfrentar muita pressão externa nessa terça. A torcida do Cerro lotou sua casa e fez uma festa tradicionalmente sul-americana. Sem Luan, Léo Moura e com Maicon no banco, Renato Gaúcho viu seu time sofrer no primeiro tempo.

Foi então que apareceu a estrela de Marcelo Grohe. O goleiro tricolor fez pelo menos três grandes defesas em finalizações de média distância e manteve os brasileiros vivos na partida até o intervalo.

No segundo tempo, Renato fez três alterações e o Grêmio viu sua melhor, e única, chance aos cinco minutos. Ramiro cobrou escanteio, o goleiro Silva saiu mal do gol e Geromel, em uma puxada, uma espécie se voleio, mandou a bola na trave.

Apesar da sensação de quase ter marcado, o restante do jogo voltou a ter um Grêmio acuado, com o Cerro melhor, mas também sem tanta inspiração. Quando conseguiu passar pela defesa gremista, Jorge Rojas novamente parou em Grohe.

Assim, o empate acabou não sendo nem festejado como tampouco desprezado pela duas equipes. Agora, os dois times sabem da importância que o reencontro, dia 1º de maio, terá para a tabela, já que o Defensor está na cola e perto de tomar um lugar na zona de classificação.

FICHA TÉCNICA
CERRO PORTEÑO-PAR 0 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio Nueva Olla, em Assunção, Paraguai
Data: 17 de abril de 2018, terça-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Germán Delfino (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfá e Gabriel Chade (Argentina)
Cartão amarelo: Rodrigo Rojas (Cerro)

CERRO PORTEÑO: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Juan Escobar e Santiago Arzamendia; Marcelo Palau, Candia, Rodrigo Rojas e Hernán Novick (Irrazábal); Diego Churín e Jorge Rojas (Nelson Valdez)
Técnico: Luis Zubeldía

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Arthur (Alisson), Ramiro, Cícero (Michel) e Everton; Jael (Thonny)
Técnico: Renato Gaúcho