Futebol

Grêmio vê falta de ritmo em derrota para o Cruzeiro na Arena

Do correspondente Eduardo Bertuol - Porto Alegre , RS
12/10/2017 00:47:25

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Grêmio, Notícias

Após a derrota para o Cruzeiro pelo placar de 1 a 0, na Arena, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio entendeu que a falta de ritmo de alguns jogadores pode ter influenciado no desempenho do time. O técnico Renato Portaluppi teve o retorno de seis atletas e aproveitou a partida para testar dois garotos da base.

Na saída de campo, o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, um dos jogadores que recebeu oportunidade para readquirir ritmo de jogo, lamentou a derrota. O atelta também destacou o foco gremista na Copa Libertadores. “Não era o resultado que a gente queria. Agora é continuar forte e unido, pois tem muita coisa ainda para acontecer. Eu estou muito feliz por voltar, fiquei muito tempo sem jogar. É importante estar voltando para pegar ritmo de jogo e todo mundo estar à disposição do Renato na fase decisiva da Libertadores”, comentou.

Renato Gaúcho evitou ficar lamentando a ausência de Luan na equipe titular (Foto: Lucas Uebel/GFBPA)

Renato afirmou que os jogadores podem estar tirando a perna, pois estão com a cabeça na decisão contra o Barcelona-EQU pelas semifinais da Copa Libertadores da América. “É um jogo decisivo. Daqui a pouco, muito jogadores estão com a cabeça lá na frente e esquecem de disputar o Campeonato Brasileiro. Daí se não coloca para jogar, o jogador perde ritmo de jogo e se coloca, o jogador não se expõem tanto com medo de se machucar”, analisou.

O treinador também foi incisivo e ressaltou que o Grêmio dificilmente deve voltar a apresentar o bom futebol que apresentou há alguns meses. “Retomar aquele futebol do Grêmio que encantou o Brasil todo, eu não garanto, não. Eu acho que agora está na hora mais da gente conseguir os resultados. Devido aos vários problemas que nós tivemos de lesão e mesmo com os jogadores voltando, eles não estarão 100%. A perda de jogadores importantíssimos, que neste ano não jogam mais”, avaliou.

“Então, são fatos que realmente complicam as coisas, mas mesmo assim a gente vai procurar buscar os resultados no Campeonato Brasileiro. Mas não esperem o Grêmio jogando aquele futebol que vinha jogando. Temos que tentar jogar a Libertadores como o Grêmio sabe jogar, como deve ser jogada a Libertadores, mas não espere jogar bonito. O Grêmio vai buscar o resultado. Se conseguir as duas coisas, tudo bem”, destacou.

O time gremista vai ter mais três confrontos pelo Campeonato Brasileiro (Coritiba, Corinthians e Palmeiras) antes do duelo contra o Barcelona-EQU. A primeira partida das semifinais da Copa Libertadores contra a equipe equatoriano está marcada para a quarta-feira, dia 25 de outubro, às 21h45, no estádio Monumental de Barcelona.