Futebol/Campeonato Brasileiro

Carlos Eduardo faz golaço, Goiás vence o Naútico e se afasta do Z4

São Paulo, SP
06/10/2017 23:22:13 — 06/10/2017 23:35:11

Em: Brasileiro Série B, Futebol, Goiás, Náutico

O Goiás conseguiu nesta sexta-feira um triunfo fundamental para escapar do rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando no Serra Dourada, o Esmeraldino bateu o vice-lanterna Náutico por 2 a 0.

O Goiás foi dono do jogo. Por mais que o Náutico adotasse uma postura defensiva e buscasse o contra-ataque, foram raros os momentos que os visitantes mostraram força ofensiva no Serra Dourada.

O placar foi aberto aos 42 minutos por Carlos Eduardo. O atacante recebeu ótimo lançamento de Victor Bolt pelo lado direito de ataque, partiu em velocidade, deixou Manoel na saudade e bateu de pé esquerdo para estufar as redes e anotar um golaço.

Já o tento final saiu para tranquilizar a torcida do Goiás. Aos 32 minutos da etapa final, Elyeser, com muito espaço, chutou de fora da área. Jeffesron fez a defesa, mas deu rebote e Tiago Luis chegou de carrinho para completar para o gol e fechar o marcador.

O Goiás volta a entrar em campo no próximo sábado, às 16h30, para o clássico contra o Vila Nova, no Estádio Serra Dourada. O Timbu joga no mesmo dia, mas às 19h, contra o Guarani, no Estádio Lacerdão, na cidade de Caruaru

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 0 NÁUTICO 

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data: 06 de outubro de 2017, sexta-feira
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Assistentes: Jose Carlos Oliveira dos Santos (BA) José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (AL)
Público total: 12.347 pessoas
Renda: R$ 68.635,00
Cartões amarelos: Victor Bolt, Tiago Luis e Elyeser (GOIÁS); Giovanni

GOL
GOIÁS: Carlos Eduardo, aos 42 minutos do primeiro tempo; Tiago Luis, aos 32 da etapa final

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Alex Alves e Carlinhos; Victor Bolt (Péricles), Elyeser (Andrezinho) e Léo Sena; Carlos Eduardo, Júnior Viçosa e Nathan (Tiago Luis)
Técnico: Hélio dos Anjos

NÁUTICO: Jefferson; Sueliton, Aislan, Feliphe Gabriel e Manoel (Willian Schuster); Amaral, Diego Miranda e Giovanni; Rafinha (Gerônimo), Dico e Gilmar (William)
Técnico: Roberto Fernandes.