Ex-Palmeiras, Breno Lopes se deslumbra com estrutura do Fortaleza e diz: "Fiz a escolha certa" - Gazeta Esportiva
Ex-Palmeiras, Breno Lopes se deslumbra com estrutura do Fortaleza e diz: "Fiz a escolha certa"

Ex-Palmeiras, Breno Lopes se deslumbra com estrutura do Fortaleza e diz: "Fiz a escolha certa"

Gazeta Esportiva

Por André da Silva Costa

07/06/2024 às 05:00

São Paulo, SP

Ex-atacante do Palmeiras, Breno Lopes acertou com o Fortaleza no dia 18 de abril. Pouco mais de um mês depois da chegada à equipe cearense, o jogador falou com exclusividade à Gazeta Esportiva e disse que ficou impressionado com a estrutura do Leão do Pici.

Breno Lopes revelou ter se surpreendido com a qualidade do clube e do elenco do Fortaleza. Ele ainda se diz muito feliz por ter recebido minutos dentro de campo logo nas primeiras semanas.

"Tem um mês e pouco que eu cheguei aqui [no Fortaleza]. Me surpreendi muito com a estrutura do clube, com a ideia. É um clube que vem crescendo muito nos últimos anos. Vem pegando gosto por jogar competições como a Copa do Brasil, a Sul-Americana. Eu estou muito feliz, motivado. Acho que o que me fez vir para cá e aceitar esse desafio, é que toda vez que enfrentávamos o Fortaleza sempre tínhamos muitas dificuldades, pela torcida e também pelo grupo de jogadores. Então, quando recebi o convite de vir para cá, isso pesou muito. É um elenco de bons jogadores e um bom treinador. O começo é bom, estou tendo minutos em campo, é o que sempre procurei", disse em entrevista à reportagem da Gazeta Esportiva.

O atacante reencontrou antigos companheiros no Fortaleza, como o zagueiro chileno Kuscevic, com quem trabalhou por dois anos e meio no Palmeiras, além do goleiro Santos e o volante Matheus Rossetto, ex-colegas de Athletico-PR. Ele afirma que foi muito bem recepcionado pelo elenco.

"Fui recebido muito bem aqui. Inclusive, revi alguns jogadores com quem já trabalhei junto. O Kuscevic esteve comigo no Palmeiras por dois anos e meio. O Santos e o Rossetto também trabalhei no Athletico-PR. Alguns jogadores que eu jogava contra também. Quando cheguei, essa rapaziada me abraçou. Estou muito feliz, tenho certeza que essa temporada vai ser muito boa para nós. Temos um grupo competitivo, um bom treinador e fico feliz de participar desse projeto", comentou.

Bem recepcionado pelos companheiros, Breno Lopes vive bom início pelo Fortaleza (Foto: Mateus Lotif/FEC)


Breno Lopes também teve uma conversa especial com o treinador do Leão do Pici, Juan Pablo Vojvoda. Há três anos sob o comando da equipe, o argentino nutre enorme identificação com o clube nordestino e, segundo Breno, tem um perfil e uma filosofia de jogo semelhante à Abel Ferreira, ex-técnico do jogador no Verdão.

"Quando cheguei aqui tive uma conversa com ele [Vojvoda]. Ele me passou como funcionam as coisas aqui no Fortaleza. Em todo momento ele se mostrou muito contente com a minha chegada, isso é muito importante para o atleta, ver que o treinador já me conhecia e sabia do meu trabalho. Ele me deu total liberdade, pediu para eu me adaptar o mais rápido possível e disse que eu teria que enfrentar uma concorrência, porque o grupo é muito bom. Foi muito boa a conversa que tive com ele", contou.

"A filosofia de trabalho dele é parecida com a do Abel. São dois treinadores que têm uma filosofia de muita intensidade, de marcação alta. O Vojvoda também tem esse perfil aqui, ele cobra muito nos treinamentos, com trabalhos intensos. Já estava acostumado com o trabalho do Abel, então quando cheguei aqui não foi muito diferente. As ideias são parecidas", acrescentou.

MAIS: Breno Lopes expressa carinho pelo Palmeiras e revela papo com Abel antes de sair: “Queria mais minutos”

Quando decidiu deixar o Palmeiras, o atleta foi procurado por outros dois clubes brasileiros. Um deles, inclusive, era o Santos, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. Porém, o atacante não quis ouvir outras ofertas e não teve dúvidas ao escolher o Fortaleza.

Passado um pouco mais de um mês, ele garante ter feito a melhor escolha para sua carreira.

"Tive outras possibilidades, inclusive de dois times brasileiros, que não convém citar aqui. Quando eu conversei com a minha família e decidir vir para o Fortaleza, foi pensando nesse projeto que o clube vem desenvolvendo. Há alguns anos batendo na trave em competições internacionais, recentemente chegou na final da Sul-Americana. Está crescendo cada vez mais e encaixa muito com aquilo que eu desejo para minha carreira. Quando escolhi o Fortaleza foi pensando no elenco que o Fortaleza tem, o treinador que está há bastante tempo no clube. Cada dia que passa aqui, fica claro para mim que fiz a escolha certa", afirmou.

Desde que chegou ao Leão do Pici, Breno Lopes já disputou cinco jogos, todos como titular, e distribuiu dois passes para gol. Ele já traçou metas e tem o desejo de ser campeão, embora reconheça que o Fortaleza tenha menos poderio econômico em relação a outros times do Brasil.

"A gente está no meio da temporada ainda. Tivemos uma paralisação pela tragédia que o Rio Grande do Sul está vivendo. Mas todo clube, quando entra em uma competição, entra para ganhar. Há uma diferença muito grande em orçamento para os outros clubes, que investem muito mais que o Fortaleza. Mas, a minha ambição e meu desejo é ganhar. Fizemos uma boa primeira fase na Sul-Americana, que é uma competição que o clube almeja ganhar, já que bateu na trave no ano passado. Quero ajudar em todas as competições. Jogador fica marcado por aquilo que faz em campo. Tem que buscar escrever seu nome no clube e é para isso que vim aqui, fazer a minha história", projetou.

Breno Lopes comemora assistência durante jogo pelo Fortaleza (Foto: João Moura/FEC)


Breno foi emprestado pelo Palmeiras ao time cearense até o fim do ano, quando termina o seu vínculo com o Verdão. O atacante torce para que tudo corra bem e ela possa permanecer no clube tricolor ao término da temporada.

"O empréstimo é até o final da temporada mesmo, e eu acho que é bom. Temos um ano longo para jogar e ajudar a equipe. No final, se as coisas correrem bem, não tem porque não ficar. Agora é focar no presente, nos jogos que a gente tem e colocar nas mãos de Deus", finalizou.

Conteúdo Patrocinado