Futebol

Mário e Celso terão que priorizar salário e buscar patrocinador máster no Flu

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
11/06/2019 16:51:12

Em: Brasileiro Série A, Fluminense, Futebol, Notícias

Depois da cerimônia de posse realizada na noite de segunda-feira, Mário Bittencourt amanheceu na terça-feira como presidente do Fluminense. Orgulhoso de ter chegado ao posto máximo do clube, onde iniciou como estagiário de Direito na década de 90, ele e seu vice-presidente geral, Celso Barros, ex-presidente da Unimed quando esta era a grande parceira do Tricolor, terão duas missões iniciais: colocar os salários em dia e anunciar o tão sonhado patrocinador máster.

Durante a campanha Mário disse que foi procurado por várias empresas e agora terá que colocar em prática essas negociações.

“A nossa marca é muito forte e com certeza o Fluminense vai viver dias melhores. Fomos procurados por empresas durante a nossa campanha e isso mostra a força do clube”, disse Mário.

Empossado na última segunda-feira, Mário Bittencourt falou sobre a “marca” Fluminense (Foto: Mailson Santana/FFC)

O dinheiro de um novo patrocinador é tido como fundamental para colocar em dias as pendências com funcionários e jogadores. No domingo, antes do empate sem gols com o Flamengo, Mário e Celso conversaram com os jogadores e prometeram empenho neste sentido. O clube deve os meses de abril e maio na CLT ao elenco, assim como o 13º salário de 2018 e cinco meses de direitos de imagem.

É nesta realidade que o elenco iniciou nesta terça-feira a preparação para o duelo da próxima quinta-feira, contra a Chapecoense, às 20h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Com apenas sete pontos conquistados o Tricolor flerta perigosamente com a zona de rebaixamento, aberta pelo Fortaleza, que tem a mesma pontuação, mas leva desvantagem nos critérios de desempate. Nesta quarta-feira a delegação embarca para Santa Catarina. O técnico Fernando Diniz, cheio de problemas para escalar o time, só deverá revelar a formação que vai a campo minutos antes do confronto.