Copa Sul-Americana

Fluminense supera altitude, bate Deportivo Cuenca e encaminha vaga

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
20/09/2018 21:28:02 — 20/09/2018 21:29:16

Em: Copa Sul-Americana, Fluminense, Futebol

O Fluminense não tomou conhecimento da altitude de Quito e venceu por 2 a 0 o Deportivo Cueca-EQU, nesta quinta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Com o resultado, os tricolores podem perder por até um gol de diferença no dia 4 de outubro, no Maracanã, para avançar na competição.

O jogo teve dois tempos distintos. No primeiro, o Tricolor dominou e foi para o intervalo a frente no placar após gol de Everaldo. Já na etapa final, o time equatoriano foi melhor e só não empatou porque teve gol mal anulado logo no início. Mesmo assim, os cariocas aproveitaram os espaços dados pelos donos da casa para marcarem o segundo, com Luciano.

O jogo – O Deportivo Cuenca esboçou uma pressão no início e quase abriu placar logo aos três minutos. Digão errou o tempo de bola e permitiu Rojas entrar na área, mas o atacante equatoriano perdeu o ângulo para finalizar ao passar por Julio Cesar. Com isso, a zaga tricolor se recuperou e impediu o prosseguimento do lance.

Após o susto, o Fluminense melhorou a marcação e equilibrou a partida. No entanto, os cariocas buscavam trocar mais passes e pouco eram efetivos no ataque. Assim, o duelo passou a ficar concentrado entre as intermediárias, sem qualquer emoção.

Só que aos 22 minutos, em contra-ataque rápido, o Fluminense abriu o placar em Quito. Luciano deu belo passe para Everaldo, que dominou e chutou sem chance para Heras.

O revés foi sentido pelo Deportivo Cuenca, que viu os tricolores crescerem na partida. Os visitantes tiveram chance de ampliar aso 25 minutos. Sornoza arriscou de fora de área e viu o goleiro heras Heras espalmar do jeito que deu. Para a sorte dos donos da casa, nenhum atacante do Fluminense aproveitou o rebote. Quatro minutos depois, Everaldo chutou colocado da entrada da área e acertou o travessão.

Enquanto o Deportivo Cuenca não incomodava o goleiro Julio Cesar, o Fluminense continuava melhor em campo. No entanto, os tricolores só chegaram com perigo nos minutos finais. Everaldo chutou de fora da área e mandou por cima do travessão. Com isso, os cariocas mantiveram a vantagem mínima até o intervalo.

No segundo tempo, os equatorianos chegaram a colocar a bola para a rede com menos de um minuto. Pita recebeu passe na área, cruzou rasteiro e viu Gum colocar para o gol. No entanto, o assistente apontou, erradamente, impedimento do atacante do Deportivo Cuenca. Mesmo assim, o lance animou os donos da casa, que tiveram nova chance no minuto seguinte. Após cruzamento, Jhon Rodríguez cabeceou na trave de Julio Cesar.

O Deportivo Cuenca continuou a pressionar o Fluminense e quase empatou aos nove minutos. Após falta cobrada na área, Pita apareceu sozinho e cabeceou para grande defesa de Julio Cesar. No lance seguinte, o mesmo atacante cabeceou com perigo, mas desta vez para fora.

O Tricolor só conseguiu criar sua primeira chance aos 15 minutos. Luciano recebeu passe na entrada da área e tentou o chute colocado. Só que o atacante do time carioca pegou mal e viu a bola ir pela linha de fundo, sem perigo.

Com o passar do tempo, os tricolores souberam administrar o domínio adversário. Com isso, o Fluminense teve espaço para avançar com mais intensidade. Aos 27 minutos, após boa troca de passes do ataque, Everaldo chutou por cima do travessão. Em seguida, foi a vez de Ayrton Lucas desperdiçar boa chance de ampliar a vantagem em Quito.

O bom momento do Fluminense se transformou em gol aos 38 minutos. Ayrton Lucas fez grande jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro para Luciano apenas empurrar para a rede.

Nos minutos finais, o Fluminense passou a administrar o resultado. O Deportivo Cuenca já não tinha força para reagir e apenas esperou o apito final.

FICHA TÉCNICA
DEPORTIVO CUENCA-EQU 0 X 2 FLUMINENSE-BRA

Local: Estádio Casablanca, em Quito (Equador)
Data: 20 de setembro de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Alexis Herrera (Venezuela)
Assistentes: Jorge Urrego (Venezuela) e Juan Soto (Venezuela)
Cartões amarelos: Bedoya e Cuero (Deportivo Cuenca); Julio Cesar e Matheus Alessandro (Fluminense)
GOLS
FLUMINENSE: Everaldo, aos 22min do primeiro tempo; Luciano, aos 38min do segundo tempo

DEPORTIVO CUENCA: Brian Heras, Brian Carabalí, Anthoni Bedoya, Luca Sosa e Carlos Cuero; Marco Mosquera, Jhon Rodríguez (De la Cruz) e Enamnuel Martínez (Abel Araujo); Edison Preciado, Juan Diego Rojas (Bonfigli) e Jacson Pita
Técnico: Richard Páez

FLUMINENSE: Júlio César, Gum, Digão e Ibañez; Léo, Richard, Jadson, Junior Sornoza (Marcos Júnior) e Ayrton Lucas; Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano (Caio)
Técnico: Marcelo Oliveira