Decisões de Abad geram mais revolta ao elenco do Fluminense

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

20-02-2019 13:58:20

As decisões tomadas pelo presidente do Fluminense, Pedro Abad, antes da final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, revoltaram ainda mais o elenco e tiveram grande peso na decisão dos jogadores de não irem a campo treinar na terça-feira sob o pretexto de o clube estar devendo o salário de janeiro, o 13º salário de 2018 e algumas premiações.

Os jogadores entendem que a briga do dirigente para que a torcida ficasse em um dos lados do Maracanã acabou afastando o público, fazendo os tricolores praticamente não irem ao estádio e deixando o Vasco em maioria no Maracanã. O Cruz-Maltino ganhou por 1 a 0.

A decisão de Abad ainda tirou todo o foco da vitória de 1 a 0 sobre o Flamengo, nas semifinais, que tinha animado a todos.

Outra irritação é com o prejuízo financeiro causado pela medida, que diminiu a capacidade de arrecadação em um momento que o elenco está sem receber parte dos vencimentos. O diretor de futebol Paulo Angionio explicou que não há precisão de se colocar em ordem os pagamentos.

"Não fizemos promessa. Se não temos certeza que podemos realizar, não podemos fazer. Eu não fiz, pelo menos. Não houve pedido de prazo, foi apenas uma forma de manifestar a insatisfação com o que está acontecendo. Foi muito bem ordenado e educado. Há um mix de situações. Os jogadores que chegaram agora só têm o mês de janeiro. Os que estão desde o ano passado ainda têm 13º e direitos de imagem atrasados. No momento em que você faz um movimento desses, é porque há uma unidade. Se fosse desordenado, um ou outro vazaria. Foi uma decisão que eles tomaram em conjunto", disse Angioni.

É neste cenário que o Fluminense vai estrear na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Bangu, nesta sexta-feira, às 21h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). O duelo vai marcar a estreia do meia Paulo Henrique Ganso, principal contratação para esta temporada. O time será definido no treino desta quinta-feira. O atacante Luciano, expulso contra o Vasco, é desfalque e fica de fora.

Deixe seu comentário