Com gol no fim, Magno Alves salva Flu e garante vitória sobre Friburguense

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

02-03-2016 23:48:05

Friburgo- 02/03/2016 - EDUARDO GUINLE Friburguense x Fluminense se enfrentam esta noite pelo Carioca 2016. FOTO NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.
Cícero abriu o placar, mas foi o veterano Magno Alves quem garantiu a vitória do Fluminense (Foto: Nelson Perez/Fluminense)

Na estreia de Marcão como técnico interino, o Fluminense voltou a vencer no Campeonato Carioca. O Tricolor das Laranjeiras derrotou o Friburguense por 2 a 1, em partida disputada na noite desta quarta-feira no estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo. Magno Alves, aos 41 minutos do segundo tempo, marcou o gol da vitória.

O resultado fez o Fluminense chegar aos dez pontos e ocupar a quarta colocação do Grupo A. Para garantir a classificação para a próxima etapa da competição, o Tricolor só vai precisar de um empate diante do América. O Friburguense segue com oito pontos, na sexta colocação no Grupo B e com poucas chances de classificação.

O Fluminense foi um pouco melhor no primeiro tempo, quando saiu na frente do marcador, mas cedeu o empate e foi dominado pelo adversário no segundo tempo. O  time tricolor teve a sorte de decidir a partida em lance isolado, quando tudo indicava que o Friburguense conseguiria marcar o segundo gol.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o América no Los Larios; O Friburguense terá a Portuguesa, pela frente, no Eduardo Guinle.

O jogo - O Fluminense começou com muita disposição e antes do primeiro minuto, já criou a primeira chance de gol. Wellington Silva fez ótima jogada pela direita e cruzou. Bidu tentou a cabeçada e quase acabou marcando contra.

Aos dois minutos, o Tricolor das Laranjeiras marcou o primeiro gol. Novamente Wellington Silva investiu pela direita e cruzou para a cabeçada certeira de Cícero que se aproveitou da desatenção da zaga do Friburguense.

Só depois de sofrer o primeiro gol, é que o time de Nova Friburgo conseguiu seu primeiro ataque, aos quatro minutos em chute de Gleison que encobriu o travessão defendido por Diego Cavalieri.

O jogo ficou equilibrado com as duas equipes buscando o gol. Aos 13 minutos, o Friburguense voltou a assustar com um chute forte de Bernardo que assustou o goleiro tricolor. Três minutos depois, o goleiro Diego Cavalieri precisou sair de soco para afastar o perigo da sua área.

O Fluminense acordou e quase marca o segundo, novamente com Cícero que cabeceou, rente à trave,a bola cruzada por Gustavo Scarpa. Um minuto depois foi a vez de Scarpa cabecear para boa defesa de Marcos.

O time dirigido por Marcão voltou a comandar a partida e quase ampliou aos 23 minutos, quando o atacante Marcos Júnior entrou pela direita e, quase sem ângulo, mandou a bomba, mas a bola encobriu o travessão. Diego Souza reclamou porque estava livre na pequena área.

Depois dos 30 minutos, o Friburguense voltou a equilibrar a partida, criando dificuldades para o Tricolor. E o empate acabou acontecendo, aos 36 minutos. Após cobrança de escanteio, Rômulo cabeceia na trave e Bidu aproveita o rebote, tocando para as redes defendidas por Diego Cavalieri. Os tricolores reclamaram de irregularidade no lance, mas o árbitro confirmou o gol.

Depois de sofrer o gol, o Fluminense voltou ao ataque e Diego Souza desperdiçou boa chance aos 38 minutos, mas preferiu driblar antes de chutar e acabou desarmado.

A resposta da equipe da casa veio aos 43 minutos em cabeçada de Rômulo que passou muito perto da trave direita defendida por Diego Cavalieri.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. Os primeiros minutos mostraram um Fluminense bem mais agressivo, tentando se colocar, novamente, na frente do placar. No primeiro ataque tricolor, o veterano zagueiro Cadão, 44 anos, bloqueou um chute de Marcos Junior e sentiu uma lesão na coxa, sendo obrigado a deixar o campo. O volante Bidu foi recuado para a zaga, enquanto Zé Victor entrou no meio-campo.

O Friburguense acionava o lateral-direito Ronaldo nas investidas ao ataque. Ele tentou por duas vezes acertar o gol de Diego Cavalieri, mas não obteve sucesso. O técnico Marcão tentou dar mais movimentação ao time, trocando Marcos Junior por Gerson.

Aos 16 minutos, uma desatenção da defesa do Fluminense permitiu que a bola ficasse com Rômulo. O atacante do Friburguense chutou cruzado e a levou grande perigo. A resposta do Tricolor das Laranjeiras veio em conclusão de Gustavo Scarpa que encobriu a trave. Diego Souza voltou a reclamar, por não ter recebido o passe.

O Friburguense ganhou mais confiança e passou a pressionar em busca do segundo gol, enquanto o Fluminense se defendia com dificuldade e não conseguia segurar a bola no ataque.

O time da serra quase desempatou aos 24 minutos. Após cruzamento na área, Henrique falhou ao tentar a conclusão e a bola sobrou para Emerson Carioca que foi bloqueado na hora de concluir.

Para tentar mudar o panorama da partida, o técnico Marcão decidiu trocar o volante Edson pelo atacante Magno, mas foi o Friburguense que voltou a criar nova chance de marcar; Emerson Carioca recebeu na área, driblou Henrique, mas foi bloqueado por Wellington Silva na hora de concluir.

O melhor momento tricolor aconteceu aos 31 minutos quando o goleiro Diego Cavalieri fez lançamento para Gustavo Scarpa, mas o goleiro Marcos se antecipou e ficou com a bola. O goleiro do Friburguense voltou a aparecer bem em cruzamento fechado de Gerson, desviando a bola para escanteio. Na cobrança, Magno Alves cabeceou com perigo.

Novamente o goleiro Marcos apareceu bem para evitar um lançamento para Magno Alves. Ele ficou com a bola e ainda driblou Diego Souza antes de devolver a bola para o seu ataque.

Quando tudo indicava que a partida terminaria empatada, o Fluminense marcou o segundo gol aos 41 minutos. Osvaldo recebeu um lançamento na corrida, entrou na área e rolou para Magno Alves que só teve o trabalho de encostar o pé e mandar a bola para as redes, decretando a vitória do Tricolor das Laranjeiras.

FICHA TÉCNICA
FRIBURGUENSE 1 X 2 FLUMINENSE

Local: Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo (RJ)
Data: 2 de março de 2016 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Público: 3.824 pagantes
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartão Amarelo: Vitinho, Jorge Luiz (Fri); Henrique(Flu)

Gols:
FRIBURGUENSE: Bidu, aos 36 minutos do primeiro tempo
FLUMINENSE: Cícero aos dois minutos do primeiro tempo e Magno Alves, aos 41 minutos do segundo tempo

FRIBURGUENSE: Marcos; Ronaldo; Cadão (Zé Victor), Diego Guerra e Flavinho; Bidu, Vitinho, Jorge Luiz e Gleison; Bernardo (Emerson Carioca) e Rômulo (Ziquinha).
Técnico: Gérson Andreotti

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Marlon e Giovanni; Pierre, Edson (Magno Alves), Cícero, Gustavo Scarpa (Osvaldo)e Marcos Junior (Gerson); Diego Souza.
Técnico: Marcão

Deixe seu comentário