Muricy exalta boa fase de Cirino; Jorge é reavaliado pelo Departamento Médico

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

11-04-2016 15:30:40

Cirino agrade a confiança que Muricy deu para ele (Foto: Divulgação/Flamengo)
Cirino já agradeceu publicamente a confiança que Muricy deu para ele (Foto: Divulgação/Flamengo)

Marcelo Cirino já viveu períodos bons e muito ruins no Flamengo. Contratado como solução para o ataque, depois de ter brilhado no Atlético Paranaense, o jogador enfrentou muitos problemas para se firmar. Hostilizado por parte da torcida, Cirino foi acusado de encarar a profissão com pouca seriedade e chegou a ser afastado do clube, no ano passado, ao ser flagrado numa festa ao lado de outros companheiros que também sofreram a mesma punição. Reintegrado ao grupo, Cirino começou a viver uma nova fase com a chegada do técnico Muricy Ramalho.

Com o novo treinador, Marcelo Cirino passou a ser mais aproveitado e alcançou uma marca importante no último sábado, na vitória sobre o Boavista. Ele marcou seu terceiro gol em sua terceira partida seguida. O atacante se tornou o principal artilheiro da equipe na temporada com seis gols, superando nomes mais badalados como Paolo Guerrero e Emerson Sheik.

Após a vitória no último sábado, Muricy dedicou um bom tempo da entrevista coletiva para ressaltar as qualidades de Marcelo Cirino. O treinador rubro-negro disse que o jovem é um atacante raro, de muita velocidade e que sabe concluir como poucos. Muricy confirmou que Cirino continuará formando a dupla de ataque com Paolo Guerrero porque os dois se completam.

Jorge reavaliado - O lateral-esquerdo Jorge voltará a ser examinado pelo Departamento Médico do Flamengo, apenas por motivo de precaução. O jogador confessou que sentiu tonturas nos minutos finais da partida de sábado, contra o Boavista, mas que se sentiu em condições de permanecer em campo. Jorge sofreu uma pancada no rosto em choque com Pará durante treinamento na semana passada, desmaiou e chegou a ser levado a um hospital. Jorge disse que entrou em campo com muita confiança, principalmente depois de conversar com o psicólogo Fernando Gonçalves. "Ele falou para eu jogar sem medo, e eu fui pra dentro do jogo", afirmou.

 

Deixe seu comentário