Flamengo vê pressão sobre Abel Braga crescer e reage

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

03-05-2019 14:13:56

Abel está sob pressão no Fla (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O técnico Abel Braga está longe de ser unanimidade no Flamengo. Porém, a derrota de 2 a 1 para o Internacional na última quarta-feira, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), aumentou de vez a pressão e o presidente Rodolfo Landim convive com o desejo de alguns conselheiros de ver o treinador longe do Ninho do Urubu. A irritação se deve a vários motivos que vão desde os elogios ao estádio do Colorado, pouco depois de o Rubro-Negro assumir em parte a administração do Maracanã, desde a falta de padrão tático do time, além das constantes trocas na escalação.

Existe um temor que a falta de uma escalação fixa prejudique o desempenho do time no duelo decisivo da próxima semana, quando o Flamengo visita o Peñarol no Uruguai, na quarta-feira, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O time carioca precisa de um empate para não correr nenhum risco de ser eliminado precocemente na competição. O jogo com o Internacional serviria de teste para o choque com os uruguaios e o desempenho no Rio Grande do Sul desagradou bastante.

Nem mesmo o departamento de futebol hoje é capaz de garantir que Abel Braga vai ao Uruguai dirigir o time. Porém, uma troca neste momento é vista como arriscada, ainda mais por que não há muitas boas opções no mercado e o tempo até o choque com os uruguaios é muito curto.

Porém, o vazamento de informações sobre a pressão em cima de Abel Braga irritou a diretoria, que emitiu nota oficial rebatendo as informações. "Um time campeão da Florida Cup, superando um dos possíveis finalistas da Champions League. Um time campeão inconteste do Campeonato Carioca. Um time que lidera seu grupo na Libertadores. Um grupo de profissionais vitoriosos - comissão técnica e jogadores - totalmente cientes da importância de seu trabalho e de suas grandes responsabilidades. Este é o Flamengo que, para a tristeza de alguns, retoma sua história de campeão", disse.

Talvez seja por isso que vemos aparecer, em certos veículos de comunicação e em algumas redes sociais, os ataques mentirosos e as tentativas de se criar crises infundadas, que recorrentemente aparecem às vésperas de jogos importantes. Mais uma vez elas estão de volta, com toda a força, antes de um momento decisivo para nosso Flamengo. Estes ataques vêm daqueles que viram cessar seus privilégios dentro do Clube, daqueles que vivem do sensacionalismo barato, daqueles que perdem com um Flamengo mais forte. O Flamengo, unido, vai passar por cima de todos eles. Para a alegria da Nação Rubro-Negra", completou.

Dentro de campo o Flamengo se prepara para o duelo com o São Paulo no domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, em São Paulo (SP), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Abel optou por usar suplentes nesta partida priorizando a Libertadores. O time reserva terá algumas novidades.

Recuperado de uma luxação no ombro direito, o volante paraguaio Piris da Motta vai ocupar a vaga que vinha sendo utilizada pelo jovem Hugo Moura, que vinha atuando quando a opção era uma equipe alternativa. O atacante Vitinho, que ficou de fora das duas últimas partidas por conta de uma forte gripe, está liberado e vai atuar. O goleiro Diego Alves, recuperado de uma lombalgia, não será relacionado. César segue no posto.

Assim o Flamengo deverá formar com: César, Rodinei, Thuler, Rhodolfo e Miguel Trauco; Piris da Motta, Ronaldo e Diego; Lucas Silva, Vitinho e Lincoln. A viagem para São Paulo acontece neste sábado.

Deixe seu comentário