Futebol/Flamengo

Flamengo segura investimentos por conta da tragédia

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
21/02/2019 14:05:39 — 21/02/2019 14:07:00

Em: Bastidores, Flamengo, Futebol
Clube evita falar de estratégias neste momento (Foto: Divulgação)

A tragédia no Ninho do Urubu que acabou matando dez pessoas em um incêndio segue viva no Flamengo. O clube evita falar abertamente das estratégias que estão sendo adotadas, mas, por determinação do presidente Rodolfo Landim, todos os investimentos estão suspensos até segunda ordem, incluindo aqueles que se referem ao departamento de futebol. O Rubro-Negro considera o elenco fechado e qualquer contratação neste momento só vai acontecer se for uma excelente oportunidade e não carecer de pagamento por direitos federativos de atletas, o que encarece os acordos.

Além disso, o clube pensa em redução do elenco, para assim, economizar salários e poder juntar mais dinheiro na busca pelos valores das indenizações. O clube vem fracassando na tentativa de fazer acordos fora da Justiça com familiares das vítimas. As primeiras propostas não foram aceitas por serem consideradas muito baixas, o que irritou o Ministério Público, que agora quer a penhora de toda a receita do clube.

O Flamengo, por meio de seu departamento jurídico, planeja impedir que o Ministério Público saia vitorioso e tenta o acordo com os familiares. Novas rodadas de conversas acontecerão nos próximos dias.

Além disso, o clube vem sofrendo com efeitos colaterais pelos danos causados a sua imagem pelo incêncio. O clube, que já perdeu patrocinadores importantes no ano passado, como a Caixa Econômica Federal, não vem conseguindo fechar contratos, nem mesmo o de patrocinador master. As negociações neste sentido, que estavam em andamento, foram interrompidos justamente por conta da tragédia.

Dentro de campo o técnico Abel Braga segue trabalhando para definir o time que vai estrear na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Americano, domingo, às 17h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). O elenco, que trabalhou nesta quinta-feira, volta a treinar nesta sexta, quando provavelmente a escalação que vai ser usada deverá ser definida.

Abel Braga não deve contar com o meia Everton Ribeiro, por conta de uma pancada no joelho esquerdo sofrida no clássico com o Fluminense, pelas semifinais da Taça Guanabara. O atleta apresenta dores no local e não participou dos treinamentos no gramado durante a semana. A ausência abre a possibilidade para Arrascaeta iniciar o confronto entre os titulares.

A princípio, o problema de Everton Ribeiro não preocupa para a estreia na Libertadores contra o San José, na Bolívia, no dia 5 de março, e é provável que o jogador esteja à disposição para a partida contra a Portuguesa pela segunda rodada da Taça Rio, na quinta-feira, dia 28, em Volta Redonda.