Futebol

Flamengo e Vasco empatam em jogo de quatro expulsões

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
19/05/2018 21:19:40 — 19/05/2018 23:41:24

Em: Brasileiro Série A, Flamengo, Vasco
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Flamengo e Vasco empataram por 1 a 1, em partida disputada neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado fez o time rubro-negro perder a liderança da competição. O Flamengo agora é o segundo colocado com 11 pontos ganhos. O Vasco, que tem um jogo a menos, ocupa a sexta colocação com oito pontos ganhos. Os gols foram marcados no primeiro tempo. Vinicius Júnior marcou para o Flamengo e Wágner empatou para o Vasco.

Nos minutos finais, jogadores dos dois times se desentenderam e criaram grande tumulto em campo. Depois da confusão, Breno e Riascos,pelo Vasco, e Rhodolfo e Cuéllar, pelo Flamengo, foram expulsos de campo. O resultado foi justo. Os dois times travaram um grande duelo no primeiro tempo, mas caíram muito de produção na etapa final.

Na próxima rodada, o Flamengo vai visitar o Atlético-MG, no Independência; o Vasco vai enfrentar o Bahia, na Fonte Nova.

O jogo – Os dois times começaram a partida no ataque, mas o Vasco se mostrava mais ofensivo. Logo aos três minutos, Thiago Galhardo se livrou de Lucas Paquetá e bateu para defesa fácil de Diego Alves. Aos sete minutos, após conclusão de Thiago Galhardo, a bola sobrou para o lateral Rafael Galhardo que mandou para fora.
Só aos 11 minutos é que o Flamengo chegou na área cruz-maltina.

Após toque de cabeça de Henrique Dourado, Éverton Ribeiro e Diego se atrapalharam e não conseguiram concluir a jogada. Dois minutos depois, o Flamengo marcou o primeiro gol. Éverton Ribeiro chutou de longe, Martín Silva se atrapalhou e deu rebote e Vinicius Júnior chegou antes dos zagueiros para empurrar a bola para as redes.

O Vasco quase empatou aos 16 minutos. Após cruzamento na área, Réver foi afastar o perigo e quase marcou contra.
Aos 17 minutos, o time de São Januário deixou tudo igual. Após cobrança de escanteio, Pikachu e desviou e Wágner cabeceou para as redes.

Depois do empate, o Vasco ganhou mais empolgação e passou a pressionar em busca do segundo gol. Aos 23 minutos, Henrique fez um lançamento para a entrada de Bruno Silva, mas o volante falhou no controle e a bola ficou com Diego Alves. Aos 26, Diego Alves teve que se virar para espalmar um chute perigoso de Wágner. O goleiro rubro-negro voltou a aparecer bem aos 31 minutos para defender uma bicicleta executada por Thiago Galhardo.

O Flamengo encontrava muita dificuldade para impor seu ritmo de jogo. Lucas Paquetá parecia perdido, sem conseguir reeditar o bom futebol das últimas partidas. Só aos 40 é que Paquetá apareceu em bom lançamento para Diego, mas a conclusão do meia foi muito ruim.

Aos 43 minutos, o zagueiro Réver subiu para cabecear e caiu em cima do braço. Com muitas dores, precisou ser substituído. Rhodolfo entrou na zaga. Depois de dominado no primeiro tempo, o Flamengo voltou diferente para a etapa final. Marcando em cima, o time dirigido por Maurício Barbieri não deixava o adversário sair da defesa. Aos oito minutos, Diego recebeu ao lado da área, mas se equivocou ao tentar fazer o cruzamento e mandou a bola para fora.

O Vasco só voltou a se equilibrar na partida depois dos dez minutos. Aos 14, após boa troca de passes, a bola ficou com Thiago Galhardo que cruzou, mas a zaga rubro-negra desviou para escanteio. Com dores na coxa, Wágner teve que deixa a partida e o atacante Kelvin entrou em seu lugar. Aos 19 minutos, impedido, Henrique Dourado colocou a bola nas redes, mas o lance foi invalidado pela arbitragem.

O ritmo do segundo tempo era bem diferente do primeiro. As duas equipes truncavam o jogo e erravam muitos passes. Os dois goleiros quase não participavam porque os atacantes não conseguiam concluir. Com vantagem numérica na arquibancada, o Flamengo tentou fazer aumentar a pressão a partir dos 30 minutos. Vinicius Júnior, muito apagado, deu seu lugar ao colombiano Marlos Moreno. Parte da torcida não gostou da mudança e vaiou o técnico Maurício Barbieri.

O treinador adiantou Lucas Paquetá e recuou Diego para participar do bloqueio defensivo, mas o time seguiu com dificuldades para organizar boas jogadas de ataque. Aos 42 minutos, Riascos ganhou na disputa com a zaga rubro-negra, mas cabeceou sem perigo para o gol defendido por Diego Alves.

Nos acréscimos, o Flamengo criou sua melhor chance no segundo tempo. Marlos Moreno fez ótimo lançamento para Lincoln que bateu forte, mas Martín Silva fez grande defesa e salvou o Vasco.

Antes do encerramento da partida, os jogadores se desentenderam depois de uma dividida entre Riascos e Éverton Ribeiro. Quando os ânimos foram serenados, o árbitro mostrou cartão vermelho para Breno e Riascos, do Vasco, e Rhodolfo e Cuéllar, do Flamengo. Éverton Ribeiro que iniciou a confusão ao empurrar Riascos, não foi punido.
Com nove jogadores de cada lado, o árbitro deu mais três minutos de acréscimo, mas nenhuma equipe conseguiu criar chances de gol.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 1 X 1 VASCO-RJ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de maio de 2018 (Sábado)
Horário: 19h(de Brasília)
Público: 32.536 pagantes
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Cartão Amarelo: Éverton Ribeiro(Fla); Bruno Silva, Andrés Rios, Kelvin(Vas)
Cartão Vermelho: Breno e Riascos(Vas), Rhodolfo e Cuellar (Fla)

Gols:
FLAMENGO: Vinicius Júnior, aos 13 minutos do primeiro tempo
VASCO: Wágner, aos 17 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Réver(Rhodolfo), Léo Duarte e Renê; Cuellar, Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro; Vinicius Júnior(Marlos Moreno)e Henrique Dourado(Lincoln)
Técnico: Maurício Barbieri

VASCO: Martín Silva, Rafael Galhardo, Breno, Werley e Henrique; Desábato, Bruno Silva, Thiago Galhardo(Evander), Yago Pikachu e Wágner(Kelvin); Andrés Ríos(Riascos)
Técnico: Zé Ricardo