Empresário confirma Cirino na mira de São Paulo, Palmeiras e outros gigantes

Bruno Calió * - São Paulo,SP

02/12/15 | 09:00 - 02/12/15 | 03:34

Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação)

Envolvido em recentes polêmicas no Flamengo, o atacante Marcelo Cirino está na mira da dupla paulista Palmeiras e São Paulo. Em contato telefônico com a Gazeta Esportiva, o empresário do jogador, Pablo Miranda, confirmou o interesse.

“Não só eles (Palmeiras e São Paulo), o Internacional, o Cruzeiro..., mas esses clubes fizeram contato direto com o Renato Duprat (representante da Doyen Sports). Eles sondaram diretamente a Doyen, pra mim e pro Marcelo não chegou nada”, disse o empresário.

Apesar do interesse de diversos clubes brasileiros, Pablo ressaltou que a negociação não deve ser fácil, justamente pela divisão dos direitos econômicos do atleta. “É complicado. O Atlético-PR tem 50% e a Doyen tem 50%, mas o Flamengo também tem direito a uma parte da negociação. Para contratar o Marcelo, o clube interessado precisaria entrar em acordo com todas essas partes,” explicou.

Foto: Reprodução)
Dos presentes na foto, apenas Anderson Pico já deixou o clube (Foto: Reprodução)

Pablo ainda comentou sobre a polêmica recente envolvendo Marcelo Cirino no Flamengo. O jogador chegou a ser afastado pelo técnico Oswaldo de Oliveira após fotos suas bebendo cerveja em um churrasco, junto com os companheiros de time Everton, Paulinho, Pará e Anderson Pico, irem parar nas redes sociais.

“O que aconteceu foi uma coisa normal, algo comum no futebol. O Marcelo está triste com isso pela repercussão que teve, por tudo ter tomado uma proporção muito maior do que o necessário. Não deveria ter esse peso todo, mas as coisas no Flamengo sempre caminham pra esse lado.”

Na ocasião, o Flamengo vinha de seis derrotas nos sete últimos jogos e, em virtude das imagens, os jogadores passaram a ser chamados ironicamente de “Bonde da Stella”, já que sorriam com garrafas da cerveja Stella Artois nas fotos. Por fim, Miranda defendeu seu atleta e disse que não acredita em uma permanência do jogador no Flamengo.

“Naquele dia, o Marcelo já havia feito tratamento (estava contundido) pela manhã e de tarde também. Não sei por ele, mas eu acho que não tem mais clima para ficar no Flamengo. É uma negociação difícil, com muitas partes, mas temos que sentar e chegar em um acordo. Nem sabemos se o Flamengo quer ficar com ele”, finalizou.

* Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário