Diego explica ausência de Gabigol em pênalti decisivo e projeta recuperação do Flamengo

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

20-02-2022 19:04:43

O Flamengo perdeu o título da Supercopa do Brasil para o Atlético-MG, neste domingo, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Após empate por 2 a 2 no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis, em um roteiro angustiante. Um detalhe chamou atenção: Gabigol, principal cobrador rubro-negro, não abriu a "outra série" para o Fla.

Todos os jogadores cobraram pênaltis e, ainda assim, a disputa estava empatada. Então, Hulk, principal batedor do clube mineiro, cobrou pela segunda vez e marcou. Gabigol não reabriu para o Fla. Vitinho foi para a bola e parou em Everson. Diego falou sobre o episódio.

"Aí é uma questão do Gabi. Nós confiamos nos jogadores. Conversamos ali quem iria para esta cobrança. Foi decidido que Vitor foi bater. Eu parabenizo a coragem dos jogadores, do Vitor em especial, por ter ido lá, assumido a responsabilidade de bater o segundo pênalti, que é muito difícil. Um já é difícil, dois ainda mais. Então foi isso que aconteceu. Temos de levantar a cabeça e seguir em frente", afirmou Diego.


Vitinho havia convertido a primeira cobrança. Ele foi o segundo a bater para o Flamengo na série de cinco. O clube carioca teve quatro chances de ganhar a disputa nas séries alternadas. Entretanto, Willian Arão, Matheuzinho, Fabrício Bruno e Hugo Souza perderam.

O Flamengo, assim, tem a primeira frustração de 2022. Diego projeta a volta por cima ao longo da temporada.

"O peso vai ser hoje. Uma noite sem dormir. Vamos seguir. Estamos acostumados a decisões, a vencer, mas obviamente quando acontece o que aconteceu hoje, um grande jogo, a dor é muito grande. Mas temos de seguir. Nossa vida é essa. É seguir em frente e estar cada vez melhor, em busca dos títulos que temos pela frente. É isso que vamos fazer", completou Diego.

Deixe seu comentário