Futebol/Flamengo

Bruno Henrique e Renê renovam, e Marí volta a treinar no Flamengo

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
28/01/2020 20:28:29

Em: Flamengo, Futebol, Notícias
Bruno Henrique foi um dos protagonistas do Flamengo em 2019 (Foto: Alexandre Vidal/Divulgação)

A terça-feira no Ninho do Urubu não foi só de treino para a equipe principal do Flamengo, que se reapresentou no dia anterior após as férias. A principal notícia do dia ficou por conta do anúncio da permanência de Gabigol no clube em 2020, após a diretoria acertar a compra de 90% dos direitos econômicos do jogador da Inter de Milão por 17 milhões de euros (cerca de R$ 78,5 milhões).

O dia também ficou marcado pela assinatura da renovação de contrato do atacante Bruno Henrique, segundo maior artilheiro da equipe na temporada passada. Valorizado pelo desempenho no Brasileiro e na Libertadores, além de se destacar no Mundial de Clubes da Fifa, Bruno Henrique receberá um substancial aumento de salários em um contrato com prazo até dezembro de 2023.

Outro jogador a renovar com o Rubro-Negro nesta terça foi o lateral-esquerdo Renê. Reserva de Filipe Luis, Renê prorrogou seu compromisso até dezembro de 2022.


“Estou muito feliz de renovar por mais dois anos e participar ainda mais dessa história. Quero conquistar mais títulos e dar alegrias para os torcedores rubro-negros”, afirmou o jogador ao site oficial do clube.

MARÍ RETORNA – Após a negociação para a transferência de Pablo Marí para o Arsenal, da Inglaterra, emperrar, o zagueiro espanhol se reapresentou no Ninho do Urubu e já treinou com os companheiros nesta terça-feira. O clube inglês ainda não desistiu oficialmente da contratação, mas tem somente até sexta-feira para enviar proposta ao Flamengo por conta do fechamento da janela europeia de transferências.

Já o atacante Vitor Gabriel está de malas prontas para jogar no Braga, de Portugal. O jovem atacante de 20 anos, destaque da equipe campeã da Copinha em 2018, não faz parte dos planos do técnico Jorge Jesus e foi emprestado sem custos ao clube português por um ano.