Cruzeiro perde mando de campo por causa de injúria racial

São Paulo, SP

23-11-2021 15:14:49

Em julgamento nesta terça-feira (23), o STJD decidiu punir o Cruzeiro com uma multa de R$ 50 mil e perda de um mando de campo pela injúria racial praticada por um torcedor contra o atleta Jefferson, do Remo, em partida entre as duas equipes, no dia 28 de outubro, na Série B do Campeonato Brasileiro.

O Tribunal decidiu punir também o atleta Vitor Leque com quatro jogos de suspensão e multa de R$ 300 por ofender a arbitragem. Já o técnico Felipe Conceição, ex-Remo, expulso durante o jogo, foi absolvido. As decisões ainda cabem recurso.

“Público com pouco mais de 2 mil torcedores, todos do Cruzeiro, imagino que o silêncio no gol adversário só reforça que provavelmente o segurança ouviu as palavras e tinha capacidade de identificação do agressor. No mínimo houve uma falha grave de orientação da equipe. Caso é grave e gravidade que só é diminuída ao sabermos que foi cometida por um único torcedor. Nesse caso o agressor sequer chegou a ser identificado, impedindo assim que seja punido na justiça comum e no CBJD”, justificou o auditor Iuri Engel.

O clube se manifestou em suas redes sociais, afirmando que apresentará recurso no momento adequado.

O Cruzeiro encerra a temporada contra o Náutico, na próxima quinta-feira (25), às 20 horas (de Brasília), no Mineirão, pela Série B.

 

Deixe seu comentário