Futebol

Cruzeiro considera pedida por Riascos alta e as negociações esfriam

Do correspondente Wanderson Lima - Belo Horizonte, MG -
05/01/2015 18:23:00

Em: Cruzeiro, Futebol, Futebol Internacional, Região Sudeste

O atacante colombiano Riascos dificilmente vestirá a camisa do Cruzeiro em 2015. O clube vinha tentando um acerto com o grupo de investidores que contratou o jogador, mas os valores pedidos ao time celeste foram considerados altos demais pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares.

O nome do jogador foi aprovado pela comissão técnica cruzeirense, mas os investidores que tiraram Riascos dos mexicanos do Monarcas Morelia pedem cerca de R$ 1,3 milhão para ceder o atacante para o Cruzeiro. O mandatário da Raposa só aceita receber o jogador por empréstimo sem custos ou pagando um valor bem abaixo do mercado.

Diante da situação, a vinda de Riascos ficou difícil e outros clubes brasileiros já teriam entrado na briga para contar com os serviços do atacante. Riscos ficou conhecido da torcida mineira disputando a Libertadores de 2013 com a camisa dos mexicanos do Tijuana.

Na ocasião, o atleta enfrentou o Atlético-MG no Independência, e assumiu a responsabilidade de cobrar uma penalidade no último minuto de jogo contra o goleiro atleticano Victor. O jogador perdeu o pênalti, que se tivesse sido convertido acabaria com o sonho alvinegro de conquistar a América.

O Cruzeiro considerou alta a pedida financeira por Riascos e a contratação do atacante se tornou improvável
O Cruzeiro considerou alta a pedida financeira por Riascos e a contratação do atacante se tornou improvável – Credito: Divulgação