Pastana mantém portas do Coxa abertas, mas admite dificuldade

26/06/2019 21:33:40 — 26/06/2019 22:06:12

Em: Coritiba, Notícias
Diretor aproveitou para afalar antes da volta da Série B (Divulgaçao/CFC)

Enquanto o elenco do Coritiba segue com sua intertemporada durante a pausa da Série B do Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América, a diretoria busca por reforços, tentando atender aos pedidos do técnico Umberto Louzer. O diretor de futebol Rodrigo Pastana, entretanto, já sinalizou que, embora o clube esteja aberto a novos nomes, as expectativas podem ser frustradas pela falta de opções financeiramente viáveis.

“Um time de grandeza do Coritiba nunca pode se fechar a novas oportunidades”, garantiu o dirigente, que vês uma dificuldade natural do próprio mercado. “É um momento de dificuldade porque muitos atletas já cumpriram as seis partidas na Série B e outros os valores não condizem com o patamar financeiro. Há a possibilidade, mas, hoje ela não é concreta porque não fechamos com nenhum atleta”, ponderou.

Prometendo abrir mais os treinamentos à imprensa, o diretor garantiu que o ambiente interno do elenco é muito bom e, até para manter isso, veio a decisão de rescindir contrato com o zagueiro Alan Costa, que não quis viajar com o grupo para a partida diante do Guarani. “Nosso ambiente de trabalho é muito bom, independentemente da saída do Alan Costa, que é um belo profissional, mas teve um ato intempestivo”, explicou.

Pastana ainda falou sobre o técnico Umberto Louzer, garantindo sua permanência e mostrando confiança que o treinador levará o clube de volta à Série A. “Certeza que ele fica. Nós confiamos no trabalho do Umberto. A gente vê o que ele tem evoluído no trabalho em si e estamos bem satisfeitos. Não importa se vai ser na última rodada ou se vão ser três rodadas antes, tenho certeza que vamos subir”, concluiu.