Jogadores do Coritiba ponderam sobre ponto conquistado

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

04-05-2019 00:37:51

O Coritiba não conseguiu encaixar a sequência de vitória desejada na Série B do Campeonato Brasileiro ao ficar no empate em 1 a 1 diante do Atlético Goianiense no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. O time saiu na frente no placar, mas não conseguiu segurar o Dragão. O zagueiro Alan Costa garante que o foco era mesmo os três pontos, mas o que foi conquistado não pode ser lamentado.

“Recuamos demais no primeiro tempo, no segundo tempo foi mais equilibrado. A gente começava com um ponto, se ganhasse teria três. Pelo menos mantemos o ponto que entramos”, disse o defensor, lembrando a dificuldade enfrentada pelo Coxa longe do Alto da Glória em 2018. “Ano passado vimos como foi difícil pontuar fora de casa. Lá na frente pode fazer diferença esse ponto”, acrescentou.

Para Vitor Carvalho, o time poderia ter mostrado algo mais, especialmente na primeira etapa, mas faltou capricho. “Viemos com intenção de vencer o jogo. Voltamos melhores no segundo tempo, mas se quiser brigar para ser campeão tem que jogar mais do que isso. A gente deixou a desejar tecnicamente. Tem que caprichar um pouquinho mais no passe”, analisou.

De volta ao time ao entrar na segunda etapa, recuperado de lesão, o meia Giovanni não escondeu a decepção com a igualdade, mas espera reação diante do Londrina, em casa. “Fico só um pouco chateado porque a equipe que quer subir tem que somar ponto, mas tem que ganhar fora também. É trabalhar. Um ponto tá ótimo e esperamos que o torcedor possa comparecer novamente e fazer uma grande festa”, concluiu.

Deixe seu comentário