Coxa volta a decepcionar e fica no empate com o Cascavel

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

01-02-2017 21:56:23

O Coritiba voltou a mostrar muita dificuldade e falta de entrosamento em campo e não passou de um empate sem gols diante do Cascavel, no estádio Olímpico Regional, seguindo sem vencer após duas rodadas de Campeonato Paranaense 2017. Com o resultado, as duas equipes somaram seus primeiros pontos, com o Coxa na nona colocação e a Cobra na 11ª posição.

Na próxima rodada, o Cascavel enfrenta o Foz do Iguaçu, domingo, no Estádio ABC, no oeste do Estado. Já o Coritiba tem no mesmo dia o clássico diante do Paraná Clube, no estádio Couto Pereira.

O jogo - Após homenagens ao técnico Caio Júnior e o auxiliar Duca, vítimas na tragédia com o voo da Chapecoense que nasceram na cidade, a bola rolou no Olímpico. Truncado, as equipes tinham dificuldades para criar, com a Cobra se esforçando para tentar mostrar seu cartão de visitas. Aos sete minutos, Henrique cobro falta da entrada da área e isolou a bola.

O Alviverde mostrava ainda dificuldade no entrosamento e não conseguia se encontrar. Aos 15 minutos, Vity encontrou Leonardy em boa posição, mas o chute saiu fraco, fácil para Wilson. A primeira boa chance do Coxa veio aos 18 minutos, com Henrique Almeida fazendo fila e servindo Kléber que, de frente para o gol, bateu dando a chance para Darci salvar.

O time da casa continuava com maior posse de bola, mas sem conseguir passar pela defesa alviverde. Aos 32 minutos, Henrique Almeida tramou a jogada com Filigrana, mas o passe foi forte, saindo direto pela linha de fundo. Cruzamento para Wesley, aos 36 minutos, mas o atacante do Cascavel não conseguiu alcançar a bola, que cruzou a área.

Na segunda etapa, a equipes retornaram sem modificações. O jogo também seguia o mesmo, truncado. Aos dois minutos, Hyago cobrou escanteio e Joao Paulo testou para fora. A Cobra se mostrava com mais vontade, e aos seis minutos, Leonardy desviou na área, Wilson quase deixou a bola escapar, mas se recuperou para fazer uma grande defesa. Muita reclamação aos 10 minutos, depois de Leonardy arrematou e a bola bateu na mão de algum defensor alviverde dentro da área.

Em uma rara chegada do Coxa, aos 17 minutos, a bola sobrou para Kléber que, de fora da área, arriscou o tiro direto pela linha de fundo. Contra-ataque em alta velocidade da Cobra, aos 26 minutos, com Felipe Fumaça que levantou a cabeça e chutou alto demais, desperdiçando o ataque. Dois minutos depois, Wesley tentou duas vezes na área e perdeu mais uma boa chance.

O Coritiba pouco apareceu no ataque e passava sufoco no interior. Falta na meia-lua para o Cascavel, aos 35 minutos, João Paulo carimbou a barreira e, no rebote, isolou. Aos 36 minutos, Felipe tentou mais um chute colocado, à direita da meta. Aos 40 minutos, Kleber tentou anda resolver sozinho, mas na hora do passe ninguém acompanhava a jogada. Os últimos minutos foram mais na base da vontade, mas com pouca técnica e nenhuma chance real de gol.

Outras duas partidas – Outros dois jogos da segunda rodada agitam a noite de quarta. No oeste do Estado, o Foz do Iguaçu, que foi goleado na estreia pelo Paraná Clube, ficou no empate em 1 a 1 com o J.Malucelli. Já o PSTC, que vem de um empate com o Toledo, abriu as portas do Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio, caiu diante do Prudentópolis, que venceu por 2 a 0 e vem aparecendo como uma das surpresas a competição. Jotinha, na liderança, e Prude, na sequência, provisoriamente estão na ponta da classificação.

CASCAVEL 0 X 0 CORITIBA

Local: estádio Municipal Arnaldo Busato, em Cascavel (PR)
Data: 1º de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Luiz Henrique de Souza S. Renesto
Cartões amarelos : Wesley, Jeferson, Vitor e Sorbara (Cascavel); Thiago Lopes e Alan Santos (Coritiba)

CASCAVEL: Darci; Raulen, Vitor, João Paulo e Henrique; Jeferson, Sorbara, Leonardy (Elivelton) e Viti; Hyago (Felipe) e Wesley.
Técnico: Karmino Colombino

CORITIBA: Wilson; Thiago Lopes (Rodrigo Ramos), Werley, Juninho e Carlinhos; Edinho, Alan Santos e Ruy (Leo Santos); Henrique Almeida, Filigrana (Iago) e Kleber.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Deixe seu comentário