Futebol/Copa do Brasil

Com tranquilidade, Coxa bate o Uberlândia e segue na Copa do Brasil

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR
22/02/2018 23:22:05 — 23/02/2018 00:55:34

Em: Copa do Brasil, Coritiba, Futebol, Notícias
Desta vez, a vaga veio sem tanto sofrimento para o Coritiba (Divulgação/CFC)

Sem maiores sustos o Coritiba garantiu a vaga para a terceira fase da Copa do Brasil 2018 ao bater o Uberlândia por 2 a 0, no Estádio Parque do Sabiá, no Triângulo Mineiro, consolidando uma sequência de bons resultados em jogos decisivos. Com a vitória, o Coxa vai enfrentar o Goiás na próxima fase da competição.

A equipe coxa-branca conseguiu abrir o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, depois de cobrança de escanteio de Julio Rusch que Rafael Estevam empurra para dentro da própria rede. Depois do intervalo, Julio Rusch, de cabeça, aos 11 minutos, ampliou a vantagem e garantiu a tranquilidade para o time administrar até o final da partida.

O jogo – As equipes começaram a partida se estudando, tocando a bola no próprio campo com as defesas fechadas. Na primeira chegada do Coritiba, aos quatro minutos, Alecsandro recebeu na área, tocou para trás e Mauro apareceu para desviar, cedendo escanteio. Aos sete minutos, contra-ataque mineiro, Jean foi lançado, mas cruzou fraco, facilitando a recuperação da zaga.

Cobrança de falta venenosa de Julio Rusch, aos 11 minutos, e a bola carimbou o travessão. O técnico Sandro Forner foi obrigado a mexer cedo no time, com William Matheus saindo de campo lesionado para a entrada de Léo Andrade. Primeira chegada do time da casa, aos 16 minutos, com Cesinha fazendo fila e chutando para grande defesa de Wilson. Na sobra, Marcos Moser mandou para escanteio.

Depois de um bom início, a partida ficou mais truncada, com muita luta no meio-campo. Aos 29 minutos, cruzamento par Thiago Lopes, que tentou de letra e ganhou escanteio. Na sequência, cobrança de escanteio de Julio Rusch e a bola bateu em Rafael Estevam antes de entrar no fundo das redes. Levantamento para Tony que, aos 40 minutos, ficou no chão pedindo pênalti, não marcado pela arbitragem.

Para a etapa final, as equipes retornaram sem novas modificações. O Uberlândia começou no ataque e, aos três minutos, Cesinha pegou forte de fora da área e a bola foi por cima da meta. Aos seis minutos, na base da vontade, Lima avançou com a bola e chutou para defesa de Wilson. Aos 10 minutos foi a vez de Rafael cobrar falta para Wilson agarrar no meio do gol.

Quando a pressão era toda mineira, Julio Rusch apareceu na área, aos 11 minutos, para aproveitar cruzamento de Guilherme Parede e testar para a rede, marcando o segundo do Coxa. Com a vantagem no placar, o alviverde tocava bola com tranquilidade. Aos 18 minutos, Daniel Bala mandou para a área, Iago rebateu para trás e Wilson defendeu mais uma.

O time mineiro tentava reagir, mas encontrava pela frente uma equipe bem postada e tranquila, administrando bem a vantagem. Aos 27 minutos, Iago recebeu na área e foi travado na hora do chute. Sem opção, o Verdão tocava para os lados, sem levar perigo. Cesinha arriscou outra vez de longe, aos 38 minutos e carimbou Romércio no meio do caminho. Aos 44 minutos, Rafael Estevam ainda arriscou um bom chute, mas não conseguiu descontar.

UBERLÂNDIA-MG 0 X 2 CORITIBA-PR

Local: Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)
Data: 22 de fevereiro de 2018, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Goncalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: João Paulo e Daniel Pereira (Uberlândia); Marcos Moser e Léo Andrade (Coritiba)
Cartão vermelho : Marcos Moser (Coritiba)

Gols
CORITIBA: Rafael Estevam (contra), aos 30 minutos do primeiro tempo e Julio Rusch, aos 11 minutos do segundo tempo

UBERLÂNDIA: Clébão, Cesinha, Mauro, Bruno Costa e Rafael Estevam; João Paulo, Lima (Danilo Bala), Jean e Daniel; Tony (Deivison) e Jarlan.
Técnico: Zé Teodoro

CORITIBA: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus (Leo Andrade); Júlio Rusch, Vitor Carvalho, Iago Dias (Pablo) e Thiago Lopes (Kady); Guilherme Parede e Alecsandro
Técnico: Sandro Forner

Ads – Rodapé Posts