Vice do Corinthians pede afastamento do cargo por dois meses

São Paulo, SP

04-12-2016 19:16:22

Kalil, entre Roberto de Andrade e Andrés, é o segundo na linha sucessória do clube

Kalil, entre Roberto de Andrade e Andrés, é o segundo na linha sucessória do clube (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)
Kalil, entre Roberto de Andrade e Andrés, é o segundo na linha sucessória do clube (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

O vice-presidente do Corinthians, Jorge Kalil, pediu neste domingo licença do cargo por 60 dias ao presidente Roberto de Andrade. Eleito junto com o mandatário em fevereiro do ano passado, ele deixa o posto vago no período, que servirá para definir sobre sua saída definitiva ou um possível retorno.

Segundo na linha sucessória do presidente, que luta contra um processo de impeachment instaurado pela oposição, Kalil alegou motivos pessoais a pessoas próximas para realizar o pedido. Dessa forma, André Negão é o único sucessor direto que pode assumir o cargo em caso de saída de Roberto.

O mandatário, por sinal, foi até internado para realização de exames na semana passada após um mal-estar, mas já retomou suas atividades no clube. Nesta semana, ele deve participar diretamente da definição do planejamento para 2017 ao lado do diretor de futebol, Flávio Adauto, do gerente de futebol, Alessandro, e do técnico Oswaldo de Oliveira.

Deixe seu comentário