Viagem de Pedrinho a Portugal é adiada enquanto Corinthians espera por dinheiro

Tiago Salazar - São Paulo,SP

23-06-2020 05:00:52

A princípio, Pedrinho viajaria no dia 30 deste mês para se apresentar ao Benfica, mas os planos mudaram, conforme apurou a Gazeta Esportiva.

O clube português não vê sentido em receber o jogador de 22 anos agora para deixa-lo treinando sozinho, já que a temporada 2019/2020 foi retardada em função da pandemia do novo coronavírus.

O meia brasileiro, então, seguirá em São Paulo até receber novas diretrizes do clube de Lisboa. O Campeonato Português voltou a ser disputado no dia 4 de junho e deve se encerrar em 25 de julho.

Portanto, é bem provável que a revelação do Corinthians viaje entre o fim do mês que vem e o início de agosto. Desta maneira, Pedrinho seria integrado ao elenco da Águia de imediato, focado na temporada 2020/2021, que tem previsão para começar em setembro. Pedrinho não pode ser inscrito pelo Benfica antes disso.

Quando cai a grana

O Corinthians ainda aguarda o adiantamento combinado com um banco europeu para receber o valor total da venda de Pedrinho. O negócio foi fechado em 20 milhões de euros, cerca de R$ 110 milhões, e seria pago pelo Benfica em quatro anos.

Na última sexta-feira, o diretor financeiro do Corinthians, Matías Ávila, afirmou que a grana só cairia na conta corintiana quando Pedrinho chegasse a Portugal.

A Gazeta Esportiva, no entanto, apurou que a viagem do jogador não tem influência no repasse do dinheiro. O banco que vai intermediar o pagamento exigiu, como garantia, o contrato assinado entre Corinthians, Benfica e Pedrinho e que este documento estivesse registrado na Fifa, o que já foi feito.

A diretoria corintiana aguarda apernas que todas as pendências burocráticas sejam sanadas para que o montante seja depositado. A expetativa é enorme no clube, pois o valor será utilizado para resolver problemas emergenciais, como a quitação de dois meses de atrasos na folha salarial do elenco.

Desconto obrigatório

Além da taxa que será recolhida pelo banco responsável pelo repasse, o Corinthians também terá de pagar Will Dantas, empresário de Pedrinho, que detinha 30% dos direitos econômicos do atleta à época da execução da venda.

A Gazeta Esportiva também revelou na última sexta-feira que o agente aceitou receber a sua parte em três parcelas anuais de 10%, a partir de 2021. Ou seja, o clube pagará cerca de R$ 11,8 milhões a Will Dantas, por temporada, até o fim de 2023.


Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?