Gazeta Esportiva

Torcedor do Boca posa em foto com emoji de macaco e Willian questiona: "Até quando?"

São Paulo, SP

27/04/22 | 18:41

Depois da liberação do torcedor Leonardo Ponzo, que cometeu injúria racial no jogo entre Corinthians e Boca Juniors, na noite de terça-feira, outro torcedor postou uma foto ao lado dele em uma rede social e também foi racista. Diante disso, o camisa 10 Willian se indignou nas redes sociais e fez uma publicação.

O perfil "Nicolas Garay" postou uma imagem ao lado de Ponzo com os dizeres "Aqui não aconteceu nada", seguido de um emoji de macaco. Ponzo foi detido justamente por ter imitado macacos em direção à torcida do Corinthians no intervalo da partida, que acabou 2 a 0 para os brasileiros.

Na ocasião, ele foi identificado por policiais militares ali presentes, foi levado para o Posto de Comando da PM do estádio. Posteriormente, foi conduzido para o Departamento De Operações Estratégicas da Polícia Civil.

Willian se manifesta após perfil cometer ato racista ao lado de detido em jogo (Foto: Reprodução)

Segundo o delegado Mauricio Freire, da Divisão de Operações Especiais do DOPE, o Consulado da Argentina pagou uma fiança de R$ 3 mil e ele foi liberado para retornar ao seu país.

O meia Willian, que atuou por quase 90 minutos diante dos xeneizes, se manifestou em suas redes sociais. Após ver a foto postada por Garay: "Isso é uma piada, um ato de racismo que vale 3 mil reais. Até quando?".

Segundo Freire, agora o homem vai responder por crime de injúria racial direto de seu país. No momento oportuno, ele será ouvido.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 

Deixe seu comentário