Tiago Nunes fala sobre pronunciamento dos atletas e cobrança de dirigentes do Corinthians

São Paulo, SP

02-09-2020 23:26:40

Antes do Corinthians encarar o Goiás, nesta quarta-feira, os jogadores que foram relacionados para o jogo se juntaram para negar qualquer intenção em entrar em greve por causa dos salários atrasados. O vídeo foi gravado no hotel em que o grupo estava concentrado e compartilhado pelas redes sociais em resposta ao ex-atacante Edílson Capetinha, que levantou a possibilidade durante à tarde, na Band.

Tiago Nunes negou que a situação tenha causado problemas na preparação para o jogo que viria a seguir e também garantiu que não se sente constrangido por ter de cobrar atletas que não estão recebendo em dia.

“Não existe relação de constrangimento, até porque temos uma convivência muito tranquila, transparente, da direção com jogadores, os jogadores se manifestaram por livre e espontânea vontade, tudo muito tranquilo, não tem mal-entendido, é focar exclusivamente nos jogos, sou treinador de futebol e meu trabalho é trabalhar com jogadores para melhorar equipe”.

O técnico corintiano também falou das cobranças de Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves, presidente e diretor de futebol, respectivamente. Na terça-feira, ambos comentaram que o Corinthians já deveria estar jogando mais do que tem apresentado.

“O Corinthians tem de jogar bem em qualquer circunstância, independente do momento que atravessa, é a cobrança, a gente sabe que mesmo estando em setembro tivemos uma parada muito grande, é uma mudança de filosofia, de cultura, a cobrança é natural, normal, ainda mais vindo do Duílio, do Andrés, que têm fluxo dentro do trabalho, estão inteirados do que estamos fazendo, é uma insatisfação natural do nosso torcedor, que pede que a gente jogue bem sempre”.

No próximo sábado, o desafio do Timão é contra o Botafogo, na Neo Química Arena, às 19 horas.


 

Deixe seu comentário