Róger Guedes avalia trabalho de Sylvinho no Corinthians: "Vai ser um dos melhores do Brasil"

São Paulo, SP

03-12-2021 14:58:36

O atacante Róger Guedes, do Corinthians, concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Dr. Joaquim Grava. O jogador de 25 anos avaliou o trabalho de Sylvinho, constantemente questionado pela torcida alvinegra.

Para Róger, Sylvinho vem fazendo um grande trabalho pelo Timão, com potencial de melhora em 2022 com uma pré-temporada pela frente. "A gente acaba vendo, que estão pedindo a saída dele. Mas desde que cheguei é um cara excepcional, trata todo mundo igual. Já já vai ser um dos melhores do Brasil. Ele é muito bom, nos ajuda e acho que é fundamental ele seguir para o ano que vem, ele terá uma pré-temporada pela frente para cuidar da gente melhor", disse o jogador, que possui sete gols em 18 jogos pelo Timão.


Outro tópico abordado na coletiva foi o clima bélico para o jogo contra o Grêmio, no domingo. Muitos torcedores estão com sentimento de revanche para a partida, já que o Tricolor Gaúcho venceu o Timão na última rodada do Brasileirão de 2007, ano em que o Alvinegro foi rebaixado.

"Para a gente são três pontos, é o nosso objetivo, queremos classificar direto na Libertadores. A euforia a gente deixa para fora do campo, nós queremos buscar nossa pontuação", comentou o jogador, que revelou que tem família gremista.

Corinthians e Grêmio se enfrentam no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), na Neo Química Arena. Em caso de vitória do Timão, a equipe gaúcha será rebaixada para a Série B.

Confira outros temas da entrevista de Róger Guedes:

Balanço da temporada e meta de gols para 2022

"Está sendo uma temporada em que eu cheguei no final, acho que individualmente e coletivamente estamos bem, estamos indo pra nossa missão de Libertadores. Espero fazer 30 gols para mais como estão falando, o principal é a gente ir bem nas competições."

Comportamento de irritação nos jogos

"Não é que fique bravo, é a hora do jogo, a gente quer sempre ganhar. Não é bravo com o companheiro, é com a situação do jogo. Acho que são mais vocês da imprensa que acham que a gente está brigando, mas não é. Tento dar meu melhor e ajudar a equipe a sair com o resultado positivo."

Atual posicionamento em campo

"Gosto de jogar assim, como segundo atacante, atrás do número 9. Hoje estou como ponta e fecho bastante para fazer o "um dois" mais rápido. É assim que me sinto mais à vontade."

Deixe seu comentário