Futebol

Renato tenta esquecer atraso salarial e brinca com grana pedida por Guerrero

Marcos Guedes - São Paulo, SP - Brasil
06/01/2015 13:07:00

Em: Corinthians, Futebol

Em dificuldade financeira, o Corinthians deve a boa parte de seus jogadores. Os atrasos no pagamento dos direitos de imagem – parte efetiva dos salários – atingem o elenco na preparação para a Copa Libertadores. E, mesmo sem o dinheiro na conta, eles receberam orientação para trabalhar nas férias.

“Não, não está em dia”, afirmou Renato Augusto. “A gente tem que ter um pouco de paciência também. Esperamos que neste ano as coisas possam voltar ao normal”, acrescentou o meio-campista, esforçando-se para que a pré-temporada não seja prejudicada.

“Isso fica em segundo plano neste momento. Se ficar pensando nisso, você vai acabar não jogando, não se concentrando. E a Libertadores, que é o foco principal, vai acabar ficando para trás”, disse o jogador, referindo-se ao mata-mata contra o Once Caldas no início de fevereiro.

Renato Augusto espera que os meses tenham só 30 dias no Corinthians em 2015
Renato Augusto espera que os meses tenham só 30 dias no Corinthians em 2015 – Credito: Fernando Dantas/Gazeta Press
Sem dinheiro em caixa, a diretoria tenta se virar para reforçar a equipe. O investimento no atacante Dudu será na casa dos R$ 13 milhões, parcelados a partir de maio. A renovação com Guerrero está emperrada, com o peruano insistindo no ousado pedido de US$ 7 milhões (cerca de R$ 19 milhões) só como prêmio pela assinatura.

A exigência gerou brincadeira de Renato Augusto. “Ele foi o principal jogador do time no ano, sem dúvida. Não sei como está o cofre do clube, não tenho como dizer se dá ou não dá. Mas ele está aproveitando o momento que teve para ficar rico”, sorriu o meio-campista.