Presidente confirma ida de Jadson para a China: "Não teve negociação"

São Paulo, SP

16-12-2015 11:53:24

O Corinthians deve se despedir de Jadson em breve. O presidente do clube Roberto de Andrade, confirmou na última terça-feira a venda do meia para o Tiajin Quanjian, time da segunda divisão da China treinado por Vanderlei Luxemburgo.

“Não teve nem negociação. O Jadson aceitou a proposta, optou por ir e o clube chinês vai pagar a multa rescisória. Os papeis já estão tramitando”, contou o dirigente ao jornal O Estado de S. Paulo.

O clube paulista terá direito a 30% do valor da multa, o equivalente a R$ 6,3 milhões. O restante ficará com o jogador e seus empresários. Jadson deve receber R$ 4 milhões com a transferência e R$ 1,2 milhão de salário na China.

O Corinthians não pretendia negociar o meia antes do fim da Libertadores. Ainda em fevereiro, Jadson já havia recusado uma proposta do também chinês Jiangsu Sainty. Na ocasião o jogador buscava um título pela equipe alvinegra.

Na China, o meia deve se vincular ao Tianjin por duas temporadas. Além do treinador Vanderlei Luxemburgo, o clube também conta com o reforço do atacante Luis Fabiano.

Deixe seu comentário