Futebol/Campeonato Brasileiro

Pedrinho admite chateação após comentário de Carille no meio de semana

São Paulo , SP
21/09/2019 22:38:56

Em: Brasileiro Série A, Copa Sul-Americana, Corinthians, Futebol, Notícias

Depois da derrota do Corinthians por 2 a 0 para o Independiente Del Valle na última quarta-feira pelas semifinais da Copa Sul-Americana, o técnico Fábio Carille comentou que a falta de experiência da equipe influiu no resultado. Após vitória contra o Bahia neste sábado pelo Brasileiro, Pedrinho admitiu ter ficado chateado com a declaração, mas disse que isso não chegou a abalar o clima no clube.

“Creio que a gente acaba ficando um pouco chateado pelo fato como foi, não sei se ele quis se referir a gente, mas pela forma que foi a gente acaba ficando um pouco chateado, mas sabemos que nós temos cabeça o suficiente, estamos no profissional há muito tempo, sabemos lidar com isso”, comentou o meia na zona mista após triunfo por 2 a 1 frente aos baianos.

Pedrinho e Clayson comemoram gol da vitória corintiana (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

“Hoje mostrei que isso aí são águas passadas, tenho certeza, tanto do professor Carille e de toda a equipe. Isso aí não chega a abalar nem a mim nem a ele porque sabemos que isso faz parte do futebol”, seguiu o jovem revelado no Timão.

Perguntado, Pedrinho afirmou não ter conversado com o treinador após a declaração. “Não, eu só cheguei a falar com o Vital mesmo, mas a gente é muito tranquilo em relação a isso. Muitas vezes a gente não faz um bom jogo e acaba acontecendo essas coisas, mas como falei, sabemos que a gente fez um jogo abaixo, mas com certeza temos a cabeça muito boa para e hoje pudemos dar a volta por cima”, analisou.

Destaque da partida com bela assistência para o gol da vitória de Clayson, o camisa 38 também fez um prognostico do jogo de volta das semifinais da Sul-Americana, que acontece na próxima quarta-feira, às 21h30 (Brasília), em Quito, no Equador.

“Sabemos que será um jogo difícil, pela vantagem, mas não adianta a gente querer ir la, fazer dois gols de uma vez só que não vai acontecer. É um gol de cada vez, controlar o jogo, dar ritmo e fazer um grande jogo para sair de lá com a classificação. Tem que ser (um time cascudo), a gente sabe que o Corinthians cresce em decisões”, concluiu o meia.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com




×
Quer receber notícias do Corinthians?