Gazeta Esportiva

Michel admite incômodo com reserva no Corinthians, mas diz que superou desânimo

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

22/03/19 | 12:18 - 22/03/19 | 12:26

O lateral direito Michel Macedo foi um dos escolhidos para falar com a imprensa na manhã desta sexta-feira, após o treino da equipe do Corinthians no CT Joaquim Grava, o penúltimo antes de encarar a Ferroviária, neste domingo, às 19h (de Brasília), em Araraquara. Titular na ausência de Fagner, a serviço da Seleção Brasileira para amistosos contra Panamá e República Tcheca, na Europa, o defensor reconheceu ter ficado desanimado com as poucas oportunidades que teve antes da ausência do camisa 23.

"Muitas vezes a gente acaba ficando um pouco triste, um pouco desanimado, mas depois entendemos o motivo", disse o atleta, referindo-se a um post no seu Instagram, colocado após a vitória sobre o Oeste, na Arena. Na ocasião, ele disse que não dava o "devido valor" às suas chances.


"Quando não jogo, fico meio desanimado, mas as pessoas próximas me apoiam. Graças a Deus, hoje me sinto mais feliz e mais tranquilo para fazer meu trabalho", continuou o defensor, que atuou em três partidas na temporada, sendo duas justamente as últimas da fase de grupos do Paulista.

A demora nas oportunidades, porém, não foi apenas opcional do técnico Fábio Carille. Michel sofreu uma lesão muscular no começo do ano e não pôde ficar à disposição nas primeiras rodadas, motivando a improvisação do zagueiro Léo Santos no setor. Michel só estrou no dia 24 de fevereiro, contra o Botafogo-SP.

Deixe seu comentário