Loss vê time fortalecido após amistosos e celebra público feminino

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
11/07/2018 23:54:31

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol

O técnico Osmar Loss gostou dos amistosos realizados pelo Corinthians na inter-temporada desenhada para a disputa da Copa do Mundo. Contente pela reação da equipe no empate por 2 a 2 com o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira, na Arena, o comandante acredita que a igualdade, somada às vitórias sobre o mesmo Cruzeiro e o Grêmio, no fina da semana, servirão para aumentar a confiança da equipe na retomada do Campeonato Brasileiro.

“A gente sai muito fortalecido. A parada realmente foi boa para a gente poder readquirir nossa confiança, o “olhar leve”. Certamente que torcida também vê dessa forma. Agora, temos que traduzir isso nos jogos que vão valer três pontos e que valerão classificações”, explicou o comandante, que terá mais uma semana até a volta do Brasileiro, contra o Botafogo, na quarta-feira, dia 18, em Itaquera.

“A avaliação do período de treinamento, em geral, é muito positiva. Independentemente dos resultados, conseguimos mostrar as ideias, os atletas tem cumprido o que nos tínhamos como ideias. O time mostrou que assimilou que foi treinador. Então, o balanço foi muito positivo”, observou Loss, reconhecendo ter ficado surpreso com o público de mais de 15 mil mulheres presentes à Arena para o amistoso, em iniciativa que promoveu a entrada gratuita para elas no embate.

“Ficou nítido, muito claro até o tom do grito estava um pouco mais fino. Minha esposa e minha filha também estavam presentes aqui, eram parte das 15 mil, é um ambiente muito bacana. Quando tem mulheres no estádio, dá referência a um ambiente familiar. É muito legal, essa iniciativa do Corinthians foi muito boa e espero que se repita. Por que estádio ficou 90 minutos apoiando, mesmo quando a gente estava perdendo por 2 a 0”, elogiou o treinador.

Por fim, ele ainda comentou sobre a chance dada para Matheus Matias, um dos grandes xodós da torcida presente ao estádio. Titular pela primeira vez desde que foi contratado, o centroavante teve atuação razoável, mas não deve receber uma nova chance frente aos cariocas.

“Estamos bem servidos nessa função, para utilizar jogadores com a camisa 9. Nosso planejamento era que observássemos ele com uma equipe mais rotinada, também contra um defesa adversária mais treinador. É muito importante a gente ter uma observação, não pode ser contra o Botafogo. Contra o Botafogo temos que tomar as melhores decisões, não as observações”, concluiu.




×
Quer receber notícias do Corinthians?