Loss se irrita com pergunta sobre Matias e fala em “ser vencedor”

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
10/06/2018 00:26:06 — 10/06/2018 00:41:31

Em: Brasileiro Série A, Corinthians, Futebol

O técnico Osmar Loss ficou irritado pela primeira vez, ao menos abertamente, desde que foi anunciado como novo treinador do Corinthians. Questionado se teria sido influenciado por pedidos da torcida ao promover a estreia de Matheus Matias com a camisa alvinegra, o treinador respirou fundo, olhou para os lados e não conseguiu esconder o incômodo por algo desse tipo ter sido cogitado pela imprensa.

“Eu fico até… não sei nem como te responder, achar que é pressão da torcida…”, disse, em meio a sorrisos irônicos, o comandante corintiano. “Não vou fazer o que a torcida pede. Coloquei o Matheus porque achei que o Roger estava desgastado, não conseguia mais brigar pela primeira bola”, justificou Loss, que teceu algumas críticas à atuação da equipe na etapa inicial.

“Em relação ao jogo acho que fizemos um primeiro tempo abaixo do que poderíamos render, tecnicamente cometemos muitos erros. Na segunda etapa fizemos uma correção de posicionamento, tivemos um número bem expressivo de finalizações, escanteios, conseguimos produzir bem”, observou, sendo firme ao falar do que espera para o jogo contra o Bahia, na quarta-feira, e da parada para a Copa do Mundo.

“Estou muito focado no trabalho, em melhorar o rendimento do Corinthians e conseguir transformar essa equipe em vencedora novamente”, afirmou o treinador, que até agora venceu um, empatou dois e perdeu os outros três jogos em que esteve no cargo, com um aproveitamento de menos de 30% dos pontos disputados.

“São muitos fatores, mas, certamente, ter o grupo todo à disposição faz uma diferença imensa. Jogadores lesionados, Seleção, uma série de fatores. A gente vem trabalhando com os jogadores que a gente tem. São nesses momentos que aparecem as oportunidades para que os outros possam surgir”, relatou Loss, que terá, enfim, mais dias para trabalhar durante o intervalo nas competições nacionais.

“O tempo sem treinar atrapalha mais do que os desfalques porque treinamento é fundamental para corrigir a equipe, atrapalha muito mais”, concluiu o técnico, que receberá os atletas de volta no dia 25 deste mês e só terá um compromisso oficial no dia 18 de julho, pelo Brasileiro.




×
Quer receber notícias do Corinthians?