Futebol

Léo Santos admite que tem trabalhado para ajustar autoconfiança

Tiago Salazar - São Paulo , SP
06/11/2018 16:08:45

Em: Brasileiro Série A, Copa do Brasil, Corinthians, Escolha do editor, Futebol, Libertadores, Notícias

Léo Santos passou a integrar o elenco profissional do Corinthians em 2016, mas é na atual temporada que o zagueiro de 19 anos se tornou titular absoluto da equipe de cima. De lá para cá, alguns erros acabaram marcando o a curta trajetória do jogador revelado pelo ‘terrão.

As falhas chamam atenção por causa da importância dos jogos. Léo Santos acabou sendo protagonista negativamente na derrota para o Palmeiras, no Allianz Parque, na eliminação da Libertadores para o Colo-Colo e na finalíssima da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro.

Mesmo assim, Léo Santos garante que não assumiu a titularidade na zaga do Corinthians antes da hora.

Léo Santos tem 19 anos e se tornou profissional no Corinthians em 2016 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

“Preparado eu estava. Trabalhei muito para isso, para chegar no profissional. Claro que sou um jogador que vou agregar, vou aprender muito, mas isso só vou ganhar jogando. Não adianta jogar um ou dois jogos, mais dois jogos ano que vem… Assim (jogando) vou ficando mais experiente e vou pegando essa malandragem”, explicou, sem esconder que autoconfiança na decisão das jogadas pessoais é algo que tem sido abordado internamente.

“Essa questão de jogar mais simples, o Jair sempre me orientara, é uma coisa minha, da maneira que eu jogo. Não vou mudar a maneira que eu jogo, a maneira que me fez chegar no profissional, por causa de um erro. Claro que tenho de ser um pouco mais simples, até para não em expor muito”.

No jogo que valia o título da Copa do Brasil, Léo Santos entrega a bola ao adversário cruzeirense ao tenta evitar um lateral para o rival. O lance termina com o gol de Robinho em Itaquera, o que dificultou demais para o alvinegro buscar a virada em cima da Raposa.

“Realmente, foi uma experiência ruim no momento, porque era uma coisa que eu queria muito, ser campeão da Copa do Brasil com 19 anos não seria para qualquer um. Vou aprender. Quando jogo, me sinto muito confiante. Isso atrapalhou naquele lance, me senti muito confiante para dominar, girar e sair jogando, e acabei perdendo a bola. A gente aprende com os erros. Agora vou tomar mais cuidado. Ter essa autoconfiança é muito bom, mas também pode me atrapalhar, como naquele lance”.

O fatídico erro de Léo Santos para os corintianos foi motivo para Jair Ventura ter uma conversa particular com o jovem defensor.

“Jair tem me dado bastante confiança, me chama para conversar, para dar uns toques, fala a maneira que eu tenho que me comportar dentro de campo. Depois da final da Copa do Brasil, todo mundo sabe que tive um erro, ele me ajudou bastante, me deu confiança para eu seguir do jeito que eu jogo”, avisou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 




×
Quer receber notícias do Corinthians?