Ídolo do Corinthians não esconde preocupação: “Racing é bem melhor”

Tiago Salazar - São Paulo,SP

14-02-2019 14:00:28

O Corinthians entra em campo nessa quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), para abrir o confronto com o Racing ainda pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Quis o sorteio da Conmebol que o Timão pegasse logo de cara o atual líder do Campeonato Argentino.

Para piorar, o alvinegro não vem em boa fase. No último domingo, a equipe de Fábio Carille perdeu para o Novorizontino e chegou ao terceiro revés em seis jogos. A classificação dramática na Copa do Brasil diante do Ferroviário-CE também colocou pressão em cima dos corintianos.

Para um dos maiores ídolos da história do clube do Parque São Jorge, o sentimento é de muita preocupação, chegando a ter um tom de pessimismo pelo o que pode vir pela frente.

"Jogar contra argentino é "pauleira". Eles sabem da dificuldade que os brasileiros têm de jogar na Argentina e, às vezes, montam retrancas quando jogam por aqui. O Corinthians não vem bem e acho que vai ter muita dificuldade contra o Racing", opinou Marcelinho Carioca.

O Pé de Anjo entende que Carille precisa “fechar a casinha”, mas duvida que o Corinthians resistirá em ir para cima dos argentinos dentro da Arena Corinthians, mesmo que o último jogo seja fora de casa e o gol como visitante tenha peso extra.

"A torcida não deixa o time jogar recuado. Independentemente do time que o Corinthians tenha, não pode deixar de ir para cima. O torcedor já está até paciente demais. Vejo um confronto muito perigoso", comentou, sem deixar de levar em consideração os momentos distintos das equipes pelo fato do Racing estar disputando já o segundo turno do nacional argentino.


"Em termos de time, o Racing é bem melhor. O Corinthians chega em desvantagem, sim, principalmente porque argentino sabe jogar fora de casa. O Corinthians vai penar", avisou, Marcelinho.

"Vai ter que jogar com muita inteligência. Fechar a casinha, jogar ensaiado... De igual para igual não dá para encarar, não".

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Marcelinho Carioca fala com a propriedade de quem defendeu o Corinthians por 433 partidas, marcou 206 gols e conquistou 10 títulos. Foram muitos jogos como este que a equipe disputará nessa quinta-feira.

"Eu, pelo Corinthians, já enfrentei Boca (Juniors), San Lorenzo... e fomos felizes, tínhamos um timaço. A gente sabia jogar dentro e fora de casa. Penei, pelo Flamengo, jogando na Argentina, porque sempre é difícil jogar lá. Em casa, às vezes, você até pensa que vai ser fácil, mas contra eles sempre será difícil", concluiu.

 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?