Grupo de oposição do Corinthians entra na Justiça por afastamento de Andrés Sanchez

São Paulo, SP

29-06-2020 12:37:09

A "Frente Liberdade Corinthiana" protocolou nesta segunda-feira uma ação na Justiça pedindo o afastamento do presidente Andrés Sanchez. O grupo de oposição é composto por membros do Conselho e sócios do Corinthians, que acreditam que o atual mandatário tem uma gestão temerária e desrespeitosa em relação ao estatuto do clube.

Por meio das redes sociais, a "Frente Liberdade Corinthiana" vinha anunciando nos últimos dias que tomaria uma medida que justificaria o nome do grupo. Nesta segunda-feira, foi anunciado o pedido de afastamento de Andrés.

"Como anunciado, hoje temos importante notícia para quem ama o Corinthians. A Frente Liberdade Corinthiana acabou de protocolar no Fórum do Tatuapé ação pedindo o imediato afastamento de Andrés Sanchez do cargo de presidente do Corinthians", publicou o grupo de opositores.

A participação do grupo na política do Corinthians não se limita à ação na Justiça. A "Frente Liberdade Corinthiana" vai ter uma chapa para disputar as eleições para o Conselho Deliberativo, mas não tem, até o momento, um candidato para a presidência.

O processo eleitoral do Corinthians está marcado para o mês de novembro. No momento, os nomes envolvidos na corrida presidencial são Mário Gobbi, Paulo Garcia e Augusto Melo. O candidato mais votado vai estar à frente do Timão entre os anos de 2021 e 2023.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?