Fagner evita priorizar e vê time na briga por G4 e Copa do Brasil

José Victor Ligero - São Paulo,SP

23-09-2016 08:00:40

O capitão alvinegro vê os dois torneios como possibilidades para o Timão voltar à Libertadores

Quinto colocado no Campeonato Brasileiro e classificado às quartas de final da Copa do Brasil, o Corinthians brigará nas duas frentes por uma vaga na Copa Libertadores da América do ano que vem. Assim pensa Fagner, lateral direito e capitão do Timão.

A 12 rodadas para o término do torneio do qual é o atual campeão, o Corinthians soma 41 pontos, dez a menos que o líder Palmeiras, mas apenas há quatro de distância do Santos, primeira equipe dentro do G4 da competição.

No torneio de formato mata-mata, a agremiação de Parque São Jorge vencera o Fluminense por 1 a 0 na última quarta-feira, em Itaquera, e se garantiu entre os oito finalistas. O Timão conhecerá seu próximo adversário no sorteio marcado para acontecer a partir das 9 horas (de Brasília) desta sexta-feira, na sede da CBF.

“Temos que jogar de acordo com aquilo que temos hoje, que é possibilidade de estar no G4 e chegar longe na Copa do Brasil”, indicou Fagner, evitando priorizar um dos dois campeonatos.

“Não podemos jogar a toalha em nenhuma das competições, porque temos condições de jogar as duas. É pensar jogo a jogo. Acho que o momento vai dizer muito também”, acrescentou.

Pela Série A, o Corinthians tem como próximo compromisso o Fluminense, reeditando o confronto pelas oitavas da Copa do Brasil. A partida será realizada neste domingo, às 16 horas (de Brasília), novamente em Itaquera, pela 27ª rodada.

“Tenho certeza que não podemos prometer nada para daqui três meses, mas sim para o próximo jogo, começando já no domingo, para ter vitórias no Campeonato Brasileiro e encostar no G4 de novo”, avaliou o lateral direito.

Feliz no Timão

Com 145 partidas e sete gols pelo clube desde 2014, Fagner, que soma 27 anos de idade, ainda garante estar focado apenas no Corinthians. O capitão alvinegro, com vínculo até 2019, afirma não ter recebido nenhuma proposta do exterior na última janela de transferências europeia e demonstra vontade de permanecer em Parque São Jorge.

“Pra mim não chegou nada. Estou com a cabeça tranquila e procuro melhorar, evoluir, fazer boas partidas. Em dezembro vou curtir minhas férias, tenho contrato longo. Estou muito bem aqui em São Paulo e minha família é daqui. Só se acontecer algo extraordinário, mas por enquanto estou focado no Corinthians”, concluiu.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?