Fábio Santos se diz otimista com trabalho de Sylvinho e projeta clássico

Tiago Salazar - São Paulo,SP

29-06-2021 14:11:03

A cada jogo, o Corinthians vai criando uma nova identidade. Sylvinho mudou a formação tática, a estratégia e mexeu na escalação. Fábio Santos, um dos líderes do grupo alvinegro, admitiu, nesta terça, que gosta da maneira como o treinador tem trabalho.

"Vejo com bons olhos, porque a maneira como o Sylvinho gosta de jogar é a maneira como eu também gosto, como foi com Tite, Mano Menezes. Ele fortaleceu ainda mais a parte defensiva para, aí sim, ganhar confiança, ter uma estrutura de jogo montada, o que foi a força do Corinthians nos últimos anos. Vejo com bons olhos, vejo uma perspectiva de um campeonato bem feito, melhor do que foi realizado ano passado", comentou o lateral esquerdo em entrevista coletiva virtual.


O fato do Timão não contar com contratações para essa temporada também não é motivo para reclamação de Fábio Santos.

"A gente sabe como vai ser o ano, já foi passado pra gente sobre as dificuldades para contratações, que esse era o grupo. Realmente, temos perdido jogadores importantes, mas a gente entende a situação e tem de dar uma reposta. O Sylvinho vem fazendo um grande trabalho, sabe valorizar a todos, acredito que a gente possa, sim, fazer um campeonato bacana. Estou bem otimista com a sequência de trabalho do Sylvinho".

Nessa quarta-feira, o desafio corintiano será contra o São Paulo, em clássico que será disputado a partir das 21h30, na Neo Química Arena.

"Espero um jogo difícil, disputado, os dois precisam do resultado. Esperamos que o Corinthians possa levar a melhor", disse, antes de admitir que o tabu alvinegro de nunca ter perdido para o rival tricolor em Itaquera é algo levado em consideração.

"Normal escutar esse tipo de situação. Óbvio que pra gente o mais importante serão os três pontos, mas vou estar mentindo também se disser que a gente não pensa nesse tabu. A gente sabe como isso é importante para os torcedores, a gente leva para campo e vai tentar manter esse tabu, e junto a isso vem confiança para o campeonato".

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Leia outros trechos da entrevista coletiva de Fábio Santos:

Importância de Cantillo
"Cantillo tem uma qualidade muito forte, ele (Sylvinho) está sabendo explorar isso, e para dar essa sustentação, ele achou que com três no meio-campo ia dar essa sustentação. Tomara que ele possa encontrar o time o mais rápido possível. Estou gostando muito do trabalho do Sylvio e tomara que a gente possa obter resultados".

Cobrador de faltas
"Realmente, nos últimos anos a gente tem se cobrado bastante, não só no Corinthians, mas no futebl brasileiro. A explicação para isso é falta de treinamento, temos de assumir, porque temos treinado muito menos, por desgaste, excesso de jogos, mas acredito que praticando a chance de aumentar o índice de acerto é maior. Tenho treinado pouco falta, mas é uma função que já em agradou lá atrás, quem sabe a gente não possa treinar para cobrar nos jogos".

Demolição do Pacaembu
"Vi agora há pouco isso, de manhã, um vídeo de quem vão começar a demolir o tobogã. Tive um sentimento de tristeza na verdade, uma história que vai se apagando, já foi assim com Olímpico, toda vez que vejo fico chateado, e o Pacaembu foi os momentos mais especiais da minha carreira, só tenho lembranças de conquistas, gols, dos meus filhos, lembranças que vão ficar marcadas para sempre na minha memória".

Bragantino como líder
"Vem há um tempo junto, Barbieri vem fazendo um grande trabalho, sou fã do trabalho dele. Nós temos encontrado dificuldade com eles nos últimos jogos. Não sei se vão se manter na ponta até o fim, mas certamente vão ficar na parte de cima".

Estágio do time para o clássico
"Eu vejo a equipe em evolução, uma equipe que tem muito a melhorar, mas você nota evolução, organização, tentando achar alternativas de jogo para machucar os adversários ofensivamente, a gente tem conversado, mas não vejo Corinthians favorito ou São Paulo favorito. A gente sabe como é complicado. A gente chega com a confiança de quem sabe que está em evolução, uma estrutura mais firme de jogo, mais confiável. Estamos confiantes em fazer um grande clássico"

Jeito de Sylvinho
"O Sylvinho é daquele jeito. Ele é 24 horas por dia daquela maneira, é hiperativo, passa informação, cobra... É uma cara bacana, deixa o clima lá em cima, concentração a todo tempo, você não consegue desligar um minuto que ele já vem com informação. Todo mundo está gostando, o cara tem se doado bastante".

Receio por perder o tabu
"Não existe. A gente tenta pensar de maneira positiva. Para perder o tabu a gente teria de perder o jogo. A gente está focado em não perder a partida, melhorar os pontos em casa. O tabu é importante, sim, nós valorizamos isso, mas em momento algum a gente pensa que pode melhorar ou piorar. Estamos focados em fazer um grande jogo".

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Corinthians?