Derrota e Libertadores aumentam desejo pela Sul-Americana no Corinthians

Tomás Rosolino - São Paulo , SP
23/05/2019 05:01:42

Em: Copa Sul-Americana, Corinthians, Escolha do editor

O Corinthians entra em campo na noite desta quinta-feira para encarar o Deportivo Lara-VEN, às 19h15 (de Brasília), na sua arena, em uma não tão empolgante segunda fase de Copa Sul-Americana. Mesmo longe de uma possível decisão, em número de jogos (oito) e em tempo (seis meses), o Alvinegro passou a ver com outros olhos o torneio continental depois da derrota para o Flamengo, na semana passada.

Há um consenso entre diretoria e comissão técnica que a vaga direta na Copa Libertadores da América, na fase de grupos, é essencial para que o planejamento seja eito com tranquilidade em 2020. Ambas as copas oferecem isso, mas, em uma, o Timão tentará reverter a desvantagem de um gol frente ao forte Flamengo, no dia 4 de junho, no Maracanã.

Na outra, depois de começar o ano já aceitando uma possível eliminação, o clube do Parque São Jorge pode chegar às fases decisivas sem passar por outro grande adversário. O técnico Fábio Carille admitiu que não esperava eliminar o Racing, agora campeão argentino, na primeira fase. Até a decisão, os piores rivais devem pintar a partir das quartas de final.

“Querendo ou não, a Copa do Brasil, não que esteja mais difícil do que antes, mas o Flamengo tem a vantagem de um gol”, disse o volante Júnior Isso, frisando que “a Libertadores é a intenção do Corinthians em 2020”. Além do planejamento, o torneio tem o trunfo de ser o único título inédito na galeria de troféus alvinegra.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“A gente conversa, não muito, mas a gente conversa sobre essa situação. De a Sul-Americana ser o único título que o Corinthians não conquistou. A ideia é não ficar somente no Paulista. Estamos dando muita importância para a Sul-Americana, se der, vamos buscar o título”, concluiu Urso.

Com a decisão da vaga marcada para a próxima quinta-feira, dia 30, na Venezuela, o Timão também pode brigar por uma vaga na fase de grupos do torneio continental via Campeonato Brasileiro, benefício dado aos quatro primeiros colocados da competição. A equipe ocupa hoje a oitava posição, com oito pontos.




×
Quer receber notícias do Corinthians?