Copa Sulamericana

Arena Corinthians | 25/7/2019 - 21:30

Corinthians vence o Wanderers e abre boa vantagem na Sul-Americana

25/07/2019 23:24:54 — 26/07/2019 00:47:22

Em: Copa Sul-Americana, Corinthians, Escolha do editor, Futebol, Futebol Internacional

O Corinthians jogou até para fazer mais, mas o 2 a 0 conquistado na noite desta quinta-feira, diante do Montevideo Wanderers, na Arena Corinthians, deixa o time em boa condição para avançar às quartas de final da Copa Sul-Americana. O resultado foi construído com gols de Clayson e Pedrinho, um em cada tempo, ambos em meio a uma série de chances perdidas pelo ataque alvinegro.

Com o resultado, o Timão pode até perder no jogo da volta, no dia 1º de agosto, quinta-feira, no Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai. Os charrúas necessitam ao menos devolver o 2 a 0 para levar a decisão aos pênaltis. Caso o clube paulista marque um gol, os uruguaios precisaram fazer quatro para avançar.

Os comandados de Fábio Carille agora voltam as suas atenções ao Campeonato Brasileiro, que reserva como compromisso o embate contra o Fortaleza, no domingo, às 19h (de Brasília), no Ceará. No torneio nacional, o Alvinegro é o décimo colocado, com 16 pontos conquistados.

Corinthians domina e sai na frente

O Corinthians mostrou a postura que o torcedor queria ver desde o começo na partida contra o Wanderers, pressionando a saída de bola do time adversário e apostando em um jogo de troca de passes para chegar ao gol. Uma bola recuperada no meio por Júnior Urso e enfiada para Vagner Love quase resultou no gol logo de cara, mas o camisa 9 chutou cruzado para fora ao invadir a área uruguaia.

O mesmo Love teve outra chance pouco depois ao receber passe de Gabriel na entrada da área e, de letra, acionar Sornoza. O equatoriano percebeu a movimentação do companheiro e tocou para trás, mas a bola saiu um pouco fora do lugar, com Love chutando por cima do gol. Aos 20, mais uma vez ao receber bom passe, agora de Pedrinho, Love resolveu ser ele o assistente: passe para Clayson, na marca do pênalti, chutar no canto e abrir o placar.

O Wanderers entrou no jogo mais nos embates físicos no meio-campo do que no seu desejado jogo por baixo, mas ao menos conseguiu incomodar até o intervalo. Com alguns entreveros entre os atletas e sustos alvinegros na saída de bola, o time visitante ainda conseguiu uma finalização perigosa de Albarracín, exigindo defesa segura de Cássio. O lance, porém, foi parado por impedimento na sequência.

Pedrinho também acha a rede

O segundo tempo começou com a mesma intensidade corintiana do começo da partida, apostando na marcação pressão para roubar a bola no campo de ataque e construir chances. A primeira de maior perigo veio quando Sornoza recebeu na área e recuou para Vagner Love. O atacante ajeitou para o pé direito e chutou colocado, por cima do gol. Pouco depois, em bola alçada na área, Pedrinho se precipitou e tentou uma bicicleta, tirando a redonda de um Love livre de marcação.

Carille resolveu mandar o time para frente, sacou Gabriel e Sornoza e apostou na entrada de Jadson e Mateus Vital. A dupla conseguiu produzir alguns lances ofensivos, os melhores em chutes da entrada da área de Vital, mas também deixou o time mais desguarnecido. Em uma rara escapada, Bravo conseguiu espaço para chutar e exigir uma boa defesa de Cássio. Foi a senha para a última cartada do treinador: Boselli na vaga de Clayson.

Com o argentino na área, Fagner alçou bola na segunda trave, ele disputou com a zaga e a redonda ficou com Mateus Vital. O meia rolou para Jadson, que acionou Pedrinho, na entrada da área. Mesmo desequilibrado, o canhoto conseguiu acertar bom chute no canto para fazer 2 a 0. Ainda antes do fim, Love teve chance cara a cara pelo terceiro após passe de Júnior Urso, mas chutou em cima do goleiro Arruabarrena.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 MONTEVIDEO WANDERERS

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 25 de julho de 2019, quinta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: José Argote (Venezuela)
Assistentes: Carlos Lopez e Lubin Torrealba (ambos da Venezuela)
VAR: 
Facundo Tello (Argentina)
Público: 32.955 pagantes
Renda: R$ 1.324.119,80
Cartões amarelos: Fagner e Pedrinho (Corinthians); Gonzáles, J. Barboza e Bueno (Wanderers)
Gols:
CORINTHIANS: Clayson, aos 20 minutos do primeiro, e Pedrinho aos 41 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel (Jadson), Júnior Urso e Sornoza (Mateus Vital); Pedrinho, Vagner Love e Clayson (Boselli)
Técnico: Fábio Carille

MONTEVIDEO WANDERERS: Arruabarrena; Barrandeguy, Bueno, Macaluso (Andueza) e Morales; Veglio, Jonathan Barboza, Gonzáles, Christian Bravo e Albarracín (Lopes); Barreto (Coitiño)
Técnico: Román Cuello

Ads – Rodapé Posts




Escalação
Corinthians

Cássio


Fágner


Gil


Manoel


Danilo Avelar


Gabriel


Júnior Urso


Pedrinho


Junior Sornoza


Clayson


Vágner Love


Jádson


Mateus Vital


Mauro Boselli


Tec - Fábio Carille
Montevideo Wanderers

Ignacio de Arruabarena


Federico Barrandeguy


Damián Macaluso


Lucas Morales


Gastón Bueno


Jonathan Barboza


Bruno Veglio


Nicolás Albarracín


Ignacio González


Christian Bravo


Gonzalo Barreto


Federico Andueza


Emiliano Coitiño


Lucas Lópes


Román Cuello - Tec

Posse de bola

68%
32%
Corinthians
Santos
999
Corinthians

Passe

999
Santos
999
Corinthians

Finalização

999
Santos
999
Corinthians

Cruzamento

999
Santos
999
Corinthians

Desarme

999
Santos

Faltas

24
COR
×
15
SAN

Impedimentos

24
COR
×
15
SAN

Cartões amarelos

24
COR
×
15
SAN

Cartões vermelhos

24
COR
×
15
SAN

Estatísticas de jogadores

Corinthians

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner

Santos

LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
LAD
Fagner
Estatísticas de jogadores
×
Quer receber notícias do Corinthians?